Baixe o APP vale do Xingu

Domingo, 16 de Janeiro de 2022 22:59
93 99192-6623
Saúde Sem medicamento

Cadeirante está sem fazer uso de remédio por falta de fornecimento

O medicamento era distribuído pela Secretaria de Saúde Altamira

01/12/2021 16h23
Por: Jornalismo Fonte: Por Athaynara Farias
Carla da Silva Souza precisa de medicamento que não está sendo fornecido para a Secretaria de Saúde de Altamira - Foto: Reprodução
Carla da Silva Souza precisa de medicamento que não está sendo fornecido para a Secretaria de Saúde de Altamira - Foto: Reprodução

Carla da Silva Souza é dona de casa e mora sozinha. A ex-funcionária de uma escola conta que faz uso do medicamento oxibutinina, mas está há alguns meses sem o remédio.

Em fevereiro de 2016, a Carla foi atingida por tiros enquanto saía do trabalho em uma escola localizada no bairro São Domingos. De lá até aqui, ela precisou se readaptar à nova vida de cadeirante. Ela utilizava medicamentos, mas agora reclama que está sem fazer o uso dos remédios que precisa.

"Eu faço tratamento em São Luís, aonde os médicos de lá me solicitaram a medicação, e essa medicação não é barata, pra mim não é barata, que é 200 reais no mínimo. E essa medicação é pra bexiga e é onde Secretaria de Saúde Altamira me dava", explica a dona de casa.

O remédio intravesical é utilizado no tratamento de incontinência urinária e alivia sintomas associados à dificuldade para urinar, pois sua ação tem efeito direto na musculatura lisa da bexiga, aumentando a sua capacidade de armazenamento. O oxibutinina custa em média R$ 200 reais e a cada 12 horas ela precisa do remédio. Além também de utensílios.

"Então eu faço um apelo para a secretária, faço um apelo pro setor de compras, pro almoxarifado, que eles venham me fornecer novamente essa medicação, não só a medicação, os meus insumos que é sonda, coletor, minilax, até frauda eu uso"

Em prints de conversas de aplicativos de mensagens, a dona de casa cobra pelo medicamento e como resposta um dos responsáveis pelo abastecimento diz que solicitou que outra pessoa para atender ela.

Foto: Arquivo pessoal

Em outra conversa, uma responsável pelo centro de atendimento psicossocial diz que repassou a demanda.

Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

"Eu necessito, secretária, dessa medicação. A senhora pediu pra mim uma justificativa dessa medicação e eu tenho uma justificativa que é o que? Um laudo médico, relatório médico, e tudo vocês têm, isso que eu já enviei pra vocês. Eu não posso ficar sem"

Em nota, a prefeitura de Altamira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SESMA), informou que "não há falta de materiais, e esclarece que na verdade, está realizando um levantamento minucioso para identificar todos os medicamentos que estão na lista do SUS e devem ser disponibilizados pelo município para tratamento de pacientes pela rede pública de saúde.

A situação relatada está relacionada ao fato de que a SESMA está analisando todos os processos existentes que solicitam a entrega de medicamentos por parte do município, uma vez que, caso estejam fora da lista, não é de responsabilidade do município ofertá-los.

E, dito isto, a SESMA solicita que as pessoas que afirmam ter processo judicial para recebimento de medicamentos, levem os documentos até a secretaria, e com isso, o serviço seja reestabelecido e a entrega dos medicamentos seja feita de forma correta por parte da secretaria.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA

Altamira - Pará

Sobre o município
Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2018 era de 113 195 habitantes. Com uma área de 159 533,328 km², segundo o IBGE em 2017, posiciona-se como o município mais extenso do Brasil.
Altamira - PA
Atualizado às 22h48 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 31°

28° Sensação
7.1 km/h Vento
89.9% Umidade do ar
90% (13mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.