Wednesday, 04 de August de 2021 10:34
93 99192-6623
Altamira Violência

De Jumar a DJ Ivis: casos de violência doméstica explodiram no Brasil

Altamira registra de 20 a 30 casos de violência doméstica por mês

13/07/2021 15h18 Atualizada há 3 semanas
Por: confirmanoticia
Montagem Confirma Notícia
Montagem Confirma Notícia

Os casos de violência doméstica no Brasil tiveram um salto alarmante. E os casos estão cada vez mais expostos nas redes sociais, como o caso do DJ Ivis.

DJ Ivis aparece em vídeo agredindo ex-mulher; veja imagens

Após agressão à mulher, Xand Avião demite DJ Ivis

Receba notícias no seu celular.  Para Participar do grupo de notícias, clique aqui! 

Os vídeos são fortes. DJ Ivis aparece nas imagens de câmeras de segurança agredido a ex-esposa, Pamella Holanda. O caso ganhou grande repercussão após a vítima expor as gravações nas redes sociais. 

Em outros momentos, o músico parte para cima da ex-mulher na frente da filha e de outras duas testemunhas. Um funcionário e a mãe da vítima. Mesmo com a presença das duas pessoas, ninguém denunciou somente a própria vítima.

Mas apesar da ocorrência ser em outro estado, aqui na região do Xingu crimes de violência doméstica também são registrados. 

Jumar se tornou o homem mais procurado, após agredir a esposa dele, uma jovem de apenas 18 anos, que era mantida em cárcere privado e sofria torturas com a ponta quente de uma faca. Segundo a Delegada, Tatyana Lafetá, as vítimas precisam romper o silêncio.

"É importante a denúncia porque se a gente não recebe as informações, a gente não sabe mensurar o número de mulheres que estão submetidas à esse tipo de violência. A gente sempre estimula a denuncia na população porque nossa obrigação social é de denunciar", pontua a Delegada da mulher Tatyana Lafetá.

Vale do Xingu para de tocar músicas do DJ Ivis após vídeos de agressões

Caso Jumar: vítima quebra silêncio

Em Altamira, é registrado em torno de 20 a 30 casos de violência doméstica por mês. Casos que podem evoluir para o feminicídio – o assassinato de uma mulher pelo simples fato de ser mulher.

"Sempre falo, é a escalada da violência, sempre vai começar com gritos, pequenos empurrões, aquele relacionamento possessivo que limita o querer da mulher, roupas, amizades, músicas que ouve e depois vai evoluindo para um quadro de violência física, até pode culminar, se não interromper esse ciclo, ao Feminicídio", pontua Tatyana.

Os órgãos de segurança apontam que a pandemia de Covid-19 foi um dos fatores que provocaram aumento da violência doméstica contra as mulheres no Brasil em 2020. 105.821 denúncias de violência contra a mulher no ano passado foram registradas. As denúncias de violências representam cerca de 30% de todas as denúncias realizadas no disque 100 e no Ligue 180 em 2020.

De Jumar a DJ Ivis, a realidade é que muitas mulheres estavam convivendo com o inimigo dentro de casa. O caso do DJ, registrado m Fortaleza/CE, explodiu fazendo parcerias com muitos cantores, é o mais comentado em todo o Brasil. 

Os artistas se manifestaram em favor da ex esposa dele. Xandy Avião demitiu Ivis da produtora dele, Zé Felipe anunciou que irá regravar o último hit feito com o DJ sem a voz dele. A Vale do Xingu FM decidiu, em apoio a todas mulheres ouvintes, que não tocará mais as músicas do artista na programação. 

Vale ressaltar que nada justifica a violência e a vítima nunca é a culpada. De acordo com a Polícia Civil, em briga de marido e mulher é necessário sempre proteger a vítima.

"Há alguns crimes que são de ação pública incondicionada, então independe da vontade, do querer daquela vítima, por exemplo; uma lesão corporal, um estupro é ação pública incondicionada porque muitas vezes a vítima não quer denunciar, não quer procurar os órgãos públicos. Então você que tem ciência de que aquela violência ocorreu, ocorre ou está ocorrendo, pode também tomar providencias junto aos órgãos públicos, não precisa do querer da vítima", finaliza a Delegada.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA

Altamira - Pará

Sobre o município
Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2018 era de 113 195 habitantes. Com uma área de 159 533,328 km², segundo o IBGE em 2017, posiciona-se como o município mais extenso do Brasil.
Altamira - PA
Atualizado às 10h19 - Fonte: Climatempo
31°
Alguma nebulosidade

Mín. 22° Máx. 32°

35° Sensação
4 km/h Vento
66% Umidade do ar
67% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (05/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Friday (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.