Baixe o APP vale do Xingu

Domingo, 24 de Outubro de 2021 10:37
93 99192-6623
Cultura Música

Cantores "anônimos" que fazem diferença no cenário atual

A cantora explica que quer ajudar sempre que poder sua comunidade

01/04/2021 17h37 Atualizada há 7 meses
Por: confirmanoticia Fonte: Assessoria
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Não só de música vive a cantora paraense Karol Vasconcelos. A pandemia de covid-19, que infelizmente ainda não acabou, agravou um velho problema social do Brasil: a fome, que atinge muitas famílias carentes nas comunidades da região metropolitana. Durante este período, a artista tem se dedicado do jeito que pode a ajudar pessoas da comunidade em que mora e de outros bairros.

A ações de solidariedade envolvem trabalhos solos e em parceria. Entre os objetivos da cantora para 2021 está o sucesso na carreira para seguir ajudando quem mais precisa, principalmente onde vive atualmente, no bairro Distrito Industrial, em Ananindeua. 

Desde o início da pandemia, no ano passado, Karol teve várias ideias, e já conseguiu tirar pelo menos duas do papel, no ano passado fez uma live direcionada a ajudar as pessoas prejudicadas pela pandemia, focando nas famílias carentes, com a divulgação do evento em massa nas redes sociais e ajuda de 20 patrocinadores, que deram à artista produtos e serviços para sortear a quem assistisse à apresentação pelo Instagram e Facebook, uma forma de incentivar as doações e com isso muitas famílias foram ajudadas. 

"Toda essa experiência me marcou muito porque eu consegui ajudar 22 famílias a se alimentarem. Foi pouco, perto do que eu esperava, mas ao mesmo tempo foi significativo, pois consegui ajudar várias famílias e sem exposição alguma das mesmas, porque a intenção não era exposição e sim inspirar a todos a ajudarem quem precisa. Foi um momento muito forte na minha vida, que eu nunca vou esquecer. Me emocionei ao ver as pessoas que receberam a ajuda com um brilho no olhar, além de ouvir agradecimentos vindos do coração. 

A cantora explica que quer ajudar sempre que poder sua comunidade. Além da live, no ano passado, realizou uma campanha de prevenção ao câncer de mama, com apoio da Academia La Fit em Ananindeua, assistente social e enfermeira que deram palestras, professores de ritmos e ritbox que ministraram um aulão, e além disso, houve um café da manhã especial resultando numa manhã muito divertida para as mulheres do Distrito Industrial, o evento foi aberto ao público. O intuito de levar descontração e informação às mulheres sobre essa doença que requer todo cuidado, foi concluído com sucesso. Karol Vasconcelos tem muitos sonhos e planos, e tem fé que muitos mais sairão do papel, a mesma diz que a fé é o que a mantém forte durante todo esse período de pandemia, crendo sempre no melhor. 

Projetos

Compõem as expectativas da artista para este ano sua profissionalização, como aulas públicas de violão (na qual se inscreveu recentemente), e aulas de canto públicas posteriormente. Seu objetivo atual é alcançar patrocínios para a produção de seu primeiro CD autoral, com lançamento previsto para ainda este semestre; e voltar a fazer eventos abertos ao público na noite da região metropolitana, pois a cantora diz amar fazer shows em bares, pubs, restaurantes, e etc.

"Quero voltar a cantar na noite e ficar conhecida pelo meu trabalho no nicho musical que escolhi, me sinto muito feliz cantando para o público, amo o que faço, é algo além do dinheiro, é algo que traz felicidade. Não é fácil, eu sei, porque as mulheres ainda são minoria no cenário musical da região metropolitana e além disso é difícil conquistar a confiança dos donos dos estabelecimentos sendo "anônima" pra eles, mas é meu foco, e vou lutar por isso, porque sei que faço de tudo para fazer um bom trabalho. "

Rotina

Desde o ano passado a artista vive uma montanha russa, não conseguindo mais se estabilizar financeiramente, seus últimos shows foram no início de fevereiro deste ano, desde então a cantora faz trabalhos em outra área, tentando ajudar como pode o marido, que tem sido o único a trabalhar em sua casa. 

A sensibilidade da artista de ajudar pessoas necessitadas na sua comunidade pode ser explicada por sua própria carência de recursos durante a pandemia. Ainda em 2020, desestruturada e abalada psicologicamente, com o marido autônomo sem trabalhar por conta do Lockdown, com as contas atrasadas, quase sem ter o que comer, Karol chegou a contar com a ajuda de alimentos de familiares, amigos e pessoas que conhecem o seu trabalho, e não tem vergonha alguma de admitir isso, na verdade ficou feliz por ver que é querida e amada pelas pessoas a ponto de ser ajudada.  

"A música é meu trabalho principal e ficar em casa sem fazer nada é algo enlouquecedor. Meus fins de semana eram dedicados a eventos. Mudou tudo e isso mexe muito com o psicológico da gente.", revela Karol.

Sobre a artista

Karol Vasconcelos nasceu em Belém do Pará, tem 28 anos e hoje reside em Ananindeua. Desde nova demonstrou interesse pela música, mesmo não tendo influência familiar ou feito aulas de canto, valorizando e aprimorando seu dom.

Canta profissionalmente desde os 13 anos, passou por várias bandas da região metropolitana, viajou várias cidades e estados cantando e guarda na mala muitas experiências boas com música e muitos aprendizados, além de vários amigos no ramo musical, que guarda com carinho. 

Rede nacional

Em 2010, aos 16 anos, participou do reality show musical Ídolos, na Rede Record de Televisão, em Fortaleza (CE), sendo destacada no episódio de abertura do programa, mesmo com a pouca experiência comparada aos seus concorrentes. No decorrer de sua participação, a fala da cantora Paula Lima: “Seu timbre é bonito, não desista. Pegue experiência, pois tens um futuro pela frente”, o que a motivou a não desistir de sua carreira.

"Enquanto houver uma pessoa que goste do meu trabalho, eu não vou parar de cantar, eu não canto pra eu mesma, eu canto para quem gosta de me ver cantar, é uma história de amor", finalizou a cantora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 10h20 - Fonte: Climatempo
28°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 32°

32° Sensação
13 km/h Vento
89% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (25/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.