Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 17:29
93 9192-6623
Pará Polícia

Novos equipamentos do CPC vão acelerar perícia em 600 kg de entorpecentes

A apreensão da droga e a prisão de acusados ocorreu durante a Operação Guilhotina, na Região Metropolitana de Belém

17/02/2021 14h55
Por: confirmanoticia
Os 600 kg de drogas apreendidos durante a “Operação Guilhotina” serão periciados
Os 600 kg de drogas apreendidos durante a “Operação Guilhotina” serão periciados

O Centro de Perícias Científicas "Renato Chaves" (CPCRC) deve entregar em até dez dias úteis o laudo definitivo da análise dos 600 quilos de drogas apreendidos durante a “Operação Guilhotina”, realizada pela Polícia Civil nos municípios de Belém e Benevides, na Região Metropolitana, nos dias 15 e 16 de fevereiro (segunda e terça-feira). O material será periciado no Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). Os peritos já usarão os cinco novos aparelhos de Espectroscopia em Infravermelho com Transformada em Fourier (FTIR, sigla em inglês), entregues ao órgão pelo governador Helder Barbalho na semana passada.

Durante a tarde desta terça-feira (16), o Denarc realizou a perícia de constatação na sede do Departamento, análise que confirma o flagrante policial. As substâncias foram pesadas e passaram pelos exames de identificação. "Em um segundo momento, a legislação exige o exame definitivo, já com as amostras realizadas no próprio CPC", explicou o diretor de Inteligência do Centro de Perícias, Mário Francisco Guzzo. Com o uso dos FTIR, a expectativa é de que o laudo final seja concluído antes do prazo legal, já que o maquinário dá mais celeridade ao trabalho pericial. 

Os equipamentos foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar do senador Jader Barbalho, no valor de R$ 1 milhão, destinado ao CPCRC. Os novos aparelhos permitem descentralizam o serviço realizado na sede do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, em Belém, e equipar as unidades de Altamira (na região do Xingu), Castanhal (RMB), Marabá (Sudeste) e Santarém (Oeste).

Prisão e apreensão - Cinco pessoas foram presas durante a operação conjunta das polícias Civil do Pará e Ceará. A ação teve como principal objetivo cumprir mandados de prisão de líderes de uma facção que comandava crimes no Ceará e desarticular a rota do tráfico no Pará.

Após a captura dos acusados, no bairro do Umarizal, na capital paraense, a equipe se dirigiu a um sítio no município de Benevides, onde mais três membros do grupo foram autuados em flagrante e apreendidos aproximadamente 600 kg de entorpecentes. Em 19 sacos estavam divididas pedras de oxi e cocaína, avaliados em R$ 9 milhões.

Os cinco presos vão responder pelo crime de tráfico de drogas e associação criminosa. Dois indiciados, que atuavam como liderança de facção, serão recambiados ao Estado do Ceará, e três autuados pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) ficarão à disposição da Justiça paraense.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 17h24 - Fonte: Climatempo
31°
Nuvens esparsas

Mín. 23° Máx. 32°

35° Sensação
6 km/h Vento
63% Umidade do ar
90% (36mm) Chance de chuva
Amanhã (25/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (26/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva