21°C 35°C
Altamira, PA
Publicidade

Primeira fábrica da região lança chocolate com amêndoas de cacau produzidas só por mulheres

Abraçando agricultores familiares, mulheres e indígenas, a marca foca no futuro com produtos do cacau da Amazônia e que respeitam a floresta e os povos originários

14/06/2024 às 14h38 Atualizada em 14/06/2024 às 14h39
Por: Raiany Brito
Compartilhe:
Foto: Naldo Oliveira/TV Vale do Xingu
Foto: Naldo Oliveira/TV Vale do Xingu

Miriam é moradora da área rural de Medicilândia, no sudoeste do Pará. O sítio dela de uma hora para outra ficou conhecido em todo o mundo. É aqui que a melhor amêndoa do planeta é produzida. A produtora de cacau levou o nome da Amazônia e da agricultura familiar nessa competição que aconteceu na Europa. 

Continua após a publicidade

"Aqui no Brasil a gente só tava participando do Concurso Nacional. A gente foi surpreendido com o concurso mundial.", conta Miriam Federicci.

A agricultura faz parte dos 40 cooperados da primeira fábrica da região que funciona há 14 anos. A amêndoa de qualidade vira chocolate com posicionamento de mulheres que brilham nos cuidados com a lavoura. Esse ano a Cooperativa Agroindustrial da Transamazônica lançou uma barra unindo sabores de 17 amêndoas de cacau produzidas por elas. 

"Esse chocolate 51.0 significa a idade média de todas as mulheres da cooperativa. (...) Nesse momento vai ser um blend, mas depois a gente vai produzir individualmente de cada mulher.", explica a chocolatier Rita Aguiar.

Da lavoura diretamente para a indústria. A cooperativa fica às margens da terceira maior rodovia do Brasil. Os viajantes e os turistas param para conhecer a fábrica e também comprar chocolates. Por mês são produzidas mais de 30 mil barrinhas e mais de 80 mil trufas, que, aliás, é a mais vendida, o carro-chefe.

Para dar conta da produção, são 12 funcionários na fábrica. Um deles é o Manoel, ele era pedagogo, em Gurupá, e agora é também um dos cooperados em Medicilândia. "É a questão de controle de produção, qualidade. (...) Vi e conheci, consegui esse emprego e hoje sou um dos sócios.", afirma Manoel de Jesus.

Seu Ademir Venturin viu o projeto nascer e ser tirado do papel. Exatamente quando os produtores de Medicilândia, conhecida como a Capital Nacional do Cacau, por ser a maior produtora do Brasil, procuravam uma alternativa de agregação de valor com a matéria-prima para fabricar chocolate. 

"A gente viveu o período do cacau refugo da Bahia, na década de 80 falavam que o cacau da Amazônia não prestava. Tinha que misturar o cacau da Bahia para virar chocolate. (...) Saímos do refugo para a melhor amêndoa do mundo, isso é fortalecimento do cooperativismo, a Cacauway é pioneira. A estrada com poeira e lama já era o caminho para produzir a melhor amêndoa e o melhor chocolate.", afirma Ademir Venturin, presidente da Coopatrans.

Abraçando agricultores familiares, mulheres e indígenas, a marca foca no futuro com produtos do cacau da Amazônia e que respeitam a floresta e os povos originários. As parcerias feitas desde o ano passado garantiram que o cacau cultivado em aldeias e comunidades ribeirinhas também virassem chocolate.

"A Cacauway se preocupa com a floresta em pé, com desenvolvimento da Amazônia de forma sustentável, ecológico.", afirma Bianca Venturin.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Sobre o município
Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2021 era de 117 320 habitantes. Com uma área de 159.533,306 km², segundo o IBGE em 2017, posiciona-se como o município mais extenso do Brasil.
Ver notícias
Altamira, PA
25°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 35°

25° Sensação
1.15km/h Vento
63% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
06h33 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 34° 20°
Qui 36° 20°
Sex 33° 21°
Sáb 32° 20°
Atualizado às 00h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 359,690,02 +8,51%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade
Publicidade