21°C 35°C
Altamira, PA
Publicidade

Anitta defende limite de riqueza em entrevista: 'ninguém precisa de bilhões'

Cantora falou sobre saúde mental, veganismo e riqueza em podcast com Jay Shetty

04/06/2024 às 10h17 Atualizada em 04/06/2024 às 15h34
Por: Markelle Lereno
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Anitta participou do podcast "On Purpose with Jay Shetty" onde falou sobre diversos assuntos, incluindo saúde mental e veganismo, e no episódio divulgado nesta segunda-feira (3), num trecho que marcou a entrevista, a cantora falou sobre acúmulo de riqueza. Durante a conversa, Anitta defendeu a criação de uma lei para limitar a quantidade de dinheiro que uma pessoa pode ter.

"Eu criaria um limite de dinheiro que cada pessoa pudesse ter. Você pode ter até aqui. A partir daqui, você terá que doar. Entendo que o dinheiro vem para aqueles que trabalham duro, que se esforçam, mas, para além desse teto, você não precisa de mais. Ninguém precisa ter tanto. Você precisa dividir", afirmou a cantora.

Continua após a publicidade

"Se você quer construir uma escola, legal. Se você quer proteger a Amazônia, legal. Ninguém precisa de bilhões, estou falando de necessidade.", acrescentou.

As declarações de Anitta provocaram reações variadas dos internautas e gerou uma onda de debates nas redes sociais. "Se todos os bilionários no mundo se juntassem teriam já resolvido muitos problemas de desigualdade mundo afora! Mas são poucos deles que pensam assim", escreveu um internauta, apoiando a ideia de Anitta sobre a redistribuição de riqueza.

Em contraste, outro usuário defendeu a liberdade individual de acumular riqueza: "Se os bilhões são seus e você GANHOU e TRABALHOU pra isso, que ninguém mais se meta na SUA fortuna. Palhaçada".

Alguns concordaram com a visão da cantora, mas reconheceram as dificuldades práticas: "Pior que ela tá certa, ninguém precisa de bilhões", comentou um seguidor, enquanto outro refletiu sobre a justiça e a viabilidade da proposta: "Mas aí seria injusto e contraditório. Depois que já conquistou os bilhões dela, achar que outras pessoas não deveriam correr atrás do mesmo? Entendo a ótica dela, e faz sentido, visto que o capitalismo gira em torno de poucos com muito, e muitos sem nada. Mas você ainda tem a possibilidade de subir um pouco na vida (o que depende de muitos fatores). Mas penso ser injusto, dizer algo assim, depois de ser milionária. Estaria disposta a se desfazer de sua fortuna? Fora que isso aí é algo totalmente improvável, mesmo de ser pensado, hoje, enquanto lei."

Alguns internautas adotaram uma postura mais neutra, reconhecendo a posição privilegiada da cantora: "Ela está falando do ‘local de fala’ dela. Então, não tem como eu, que sou assalariado e nem imagino o tanto de grana assim na vida, posso discordar. Lá no meu íntimo, eu realmente não concordo com ela, mas eu NÃO VIVO essa realidade que ela está mencionando e que ELA VIVE. Então, racionalmente, eu não posso discordar dela."

Anticoncepcionais, veganismo e turnê

Anitta também discutiu a decisão de abandonar métodos anticoncepcionais hormonais, como pílulas e DIU, devido aos efeitos adversos que experimentou. A cantora relatou que os hormônios causaram perda de cabelo, problemas de pele e mudanças de humor que afetaram sua saúde mental.

"Era uma loucura com os hormônios, porque a vida nunca era estável. Era como uma montanha-russa, loucura. Meu corpo não recebia isso bem", revelou. "Demorou mais de um ano para deixar de sentir os efeitos do anticoncepcional.".

A artista também mencionou ter adotado uma alimentação mais saudável e tentado o veganismo, enfatizando os benefícios dessa mudança para sua saúde e para o planeta. "Acho que se todo mundo cortar pelo menos 30% da alimentação derivada de animais seria tão bom para o mundo e para nossa energia", comentou.

Anitta está em turnê internacional com seu show “Baile Funk Experience”, que tem lotado casas de shows. A turnê, que é a primeira grande empreitada internacional da cantora, já passou por cidades como Los Angeles, Miami e Orlando, atraindo até 5 mil pessoas por apresentação.

As apresentações passarão por países da América do Norte e do Sul, além da Europa, totalizando 22 localidades. Após a etapa nos Estados Unidos, Anitta segue para quatro países da América do Sul: Colômbia, Peru, Chile e Argentina. Na Europa, a artista se apresentará na Alemanha, Holanda, Inglaterra, França, Espanha e Itália.

"A hora que eu for fazer o show da turnê no Brasil, quero fazer algo inimaginável, um espetáculo nunca visto, algo de parar esse 'mundão'. Não cabe fazer no festival. Quero fazer algo absurdo, então a gente ainda está tentando viabilizar. O show vai ser incrível, óbvio, mas só para vocês saberem que o show da turnê mesmo, quando eu conseguir viabilizar para chegar no Brasil, vai ser algo nunca visto antes nessa história. Então relaxem", explicou a cantora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira, PA
25°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 35°

25° Sensação
1.15km/h Vento
63% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
06h33 Pôr do sol
Ter 35° 20°
Qua 34° 20°
Qui 36° 20°
Sex 33° 21°
Sáb 32° 20°
Atualizado às 00h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 359,694,80 +8,51%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Publicidade
Publicidade