19°C 35°C
Altamira, PA
Publicidade

Mãe, irmão e funcionária de Djidja Cardoso são presos em Manaus

Mandados de prisão expedidos são referentes ao tráfico de drogas e associação ao crime; investigações sobre a morte da ex-sinhazinha do Garantido continuam

31/05/2024 às 10h06 Atualizada em 31/05/2024 às 15h51
Por: Markelle Lereno Fonte: G1 Amazonas
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quinta-feira (30), em Manaus, no Amazonas, a mãe, o irmão e uma funcionária de Djidja Cardoso, ex-sinhazinha do boi-bumbá Garantido. As prisões foram efetuadas em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça do Amazonas, que também decretou a prisão de outros dois funcionários do salão de beleza da família. A empresária foi encontrada morta na residência onde morava, em Manaus, na última terça-feira (28).

Os mandados de prisão foram expedidos pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e estupro, este último contra Ademar Farias, irmão de Djidja. Os presos são Ademar Farias Cardoso Neto, irmão de Djidja Cardoso; Cleusimar Cardoso Rodrigues, mãe de Djidja; Verônica da Costa Seixas, gerente do salão de beleza Belle Femme; Marlisson Vasconcelos Dantas, cabeleireiro do salão; Claudiele Santos da Silva, maquiadora do salão.

Continua após a publicidade

A polícia está investigando as circunstâncias da morte de Djidja, mas não revelou detalhes até o momento. Os suspeitos foram presos por volta das 16h desta quinta-feira, dentro de um carro, tentando fugir. Com eles, foi apreendida uma mochila contendo drogas. A polícia também realizou buscas em imóveis pertencentes à família da ex-sinhazinha.

Em nota, a Polícia Civil do Amazonas informou que a morte de Djidja está sendo investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). "No momento, a causa da morte ainda não foi determinada e só poderá ser confirmada após a realização do exame necroscópico. As investigações estão em andamento, e, por isso, mais informações não podem ser divulgadas", declarou a polícia.

Djidja Cardoso é encontrada morta em Manaus

Foto: Reprodução

Djidja Cardoso, empresária e ex-sinhazinha do Boi Garantido, foi encontrada morta em casa na manhã da última terça-feira (28). Segundo uma fonte próxima à família, que preferiu não se identificar, parentes tentavam contato com Djidja por telefone sem sucesso e resolveram ir até a residência. O corpo foi encontrado sobre a cama e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para necropsia.

Meses antes de morrer, Djidja revelou em postagens nas redes sociais que lutava contra depressão. Familiares, amigos e o Boi Bumbá Garantido prestaram suas últimas homenagens a Djidja Cardoso durante o velório na quarta-feira (29). Batista Silva, representante do Boi Garantido, se emocionou ao prestar homenagem à ex-sinhazinha, lembrando os momentos em que ela representava a personagem nas apresentações do Festival Folclórico de Parintins.

Djidja Cardoso tinha 32 anos e, entre 2016 e 2020, encantou os torcedores do Garantido ao representar a sinhazinha da fazenda. Após se aposentar, ela passou a trabalhar com a família na administração de uma rede de salões de beleza no Amazonas. As unidades do salão de beleza foram fechadas em respeito ao falecimento da empresária.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira, PA
19°
Tempo limpo

Mín. 19° Máx. 35°

20° Sensação
2.57km/h Vento
100% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h36 Nascer do sol
06h34 Pôr do sol
Qua 34° 22°
Qui 36° 21°
Sex 32° 20°
Sáb 36° 21°
Dom 36° 21°
Atualizado às 08h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,57 -0,05%
Euro
R$ 6,07 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,32%
Bitcoin
R$ 393,234,46 -1,71%
Ibovespa
127,859,63 pts 0.19%
Publicidade
Publicidade
Publicidade