Quarta, 27 de Janeiro de 2021 23:39
93 9192-6623
Geral Golpe

Golpe da casa própria: estelionatário enganou mais de 50 pessoas em Altamira

Golpe da casa própria: estelionatário enganou mais de 50 pessoas em Altamira

26/02/2020 10h08 Atualizada há 11 meses
18
Por: confirmanoticia
Golpe da casa própria: estelionatário enganou mais de 50 pessoas em Altamira

Na propaganda, a residência dos sonhos ao alcance do trabalhador. Mas, tudo não passou de um golpe e o sonho da casa própria virou pesadelo.

Mais de 50 pessoas procuraram a delegacia de polícia de Altamira para denunciar Genivaldo Abreu de Oliveira, dono da construtora Bruna Galeia, por estelionato.

Investimentos feitos em diferentes bairros. A promessa, de acordo com as vítimas, seria tanto para construção quanto para reformas. Os contratos eram feitos no escritório, localizado no centro de Altamira.

E foi exatamente nesse escritório que Genivaldo foi visto pela última vez. Segundo a polícia, o dono fugiu levando o dinheiro das vítimas. O prejuízo dos clientes varia entre  R$7mil  e R$70 mil.

As câmeras de segurança da rua registraram o momento da fuga do empresário. As imagens auxiliam a polícia nesse momento. Genivaldo já é considerado foragido. Mas, essa não é a única denúncia de estelionato, há também um pedido de busca e apreensão criminal expedido pela justiça de Manaus, acusado pelo mesmo crime no ano de 2016.

No grupo das vítimas, também estão os loteamentos da cidade e os funcionários da construtora Bruna Galeia. Um trabalhador, que não quer ser identificado, conta ficou sem receber o salário.

Ameaças começaram após caso de estelionato vir à tona

Vendedores que trabalharam para a construtora Bruna Galéia estão com medo. O caso segue um mistério.  “O único telefone que ele deixou era realmente o que ele divulgou o da empresa, mas ele não atende, não responde”, conta uma das vendedoras que não quer ser identificada.

13 dias após o caso vir à tona, o prédio onde funcionava o negócio está abandonado. Ninguém entrou ou saiu daqui desde o dia 13 de fevereiro quando, no meio da madrugada, o proprietário da construtora levou documentos, alguns equipamentos e sumiu sem deixar rastros.

A polícia não passa informações sobre o caso, que corre em segredo de justiça. Nós estivemos na delegacia conversando com o delegado responsável pelo caso, segundo ele, as investigações continuam, para que eles consigam apurar quem de fato são os responsáveis

Enquanto isso quem trabalhou na construtora sente medo e se diz angustiado por ter sido enganado e ao mesmo tempo trabalhado em uma fraude. “Não temos culpa. Trabalhamos porque acreditávamos que era uma coisa séria. Muitos se esforçaram, muitos clientes nos procuraram, mas nunca passou na minha mente, ou dos outros colegas. Eu dependia das vendas pra viver, pra pagar aluguel”, conta a profissional.

Nesse momento não é possível dizer quem de fato é investigado, mas de acordo com o delegado responsável pelo caso, qualquer pessoa que se sentir ameaçada, ou receber ameaça por ter trabalhado na empresa ou prestado serviço, pode procurar a delegacia imediatamente. “Muitos clientes, infelizmente, deram dinheiro, mas a gente nunca soube, não imaginávamos”, finaliza a vendedora.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA
Atualizado às 23h24 - Fonte: Climatempo
24°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 30°

24° Sensação
8.6 km/h Vento
100% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.