Região do Xingu e Transamazônica registra terceiro caso de chuva de granizo

Não é comum na região norte ouvir falar em chuva de granizo. Mas, isso tem se tornado mais comum do que podíamos pensar. Desta vez, o município de Uruará registrou tempestades com rajadas de vento, que assustou os moradores da cidade e trouxe também, chuva de granizo.

As tempestades aconteceram em duas localidades da área rural do município, durante dois dias. Nas comunidades do travessão km 130 norte e Castelo de Areia, e também travessão km 190 sul. Mas o que chamou mesmo a atenção foi o fenômeno até então considerado incomum, chuva de granizo.

Apesar de estarmos no período do verão amazônico, o último registro de chuva surpreendeu os moradores, e causou estragos. O vento forte quebrou árvores ao meio, derrubou a rede de energia, destelhou casas, destruiu viveiros e deixou árvores caídas na estrada obstruindo o trânsito.

De acordo com o Inmet, a chuva de granizo se forma em nuvens específicas, em regiões mais quentes e com altos índices de umidade. E devido a altitude elevada e baixas temperaturas, propiciam o fenômeno.

No último dia 05 de setembro um vídeo feito por moradores da comunidade Vila Nova, localizada em Senador José Porfírio, mostra as pedras de gelo caindo em pleno verão amazônico.

Em Medicilândia, a chuva de granizo foi registrada no último dia 28 de setembro, e agora, Uruará, sendo o terceiro município da região, a apresentar o fenômeno. Todos os registros ocorreram nos finais de semana.

Segundo o coordenador do Inmet, José Raimundo, o fenômeno na região é raro, principalmente nessa época do ano. Na região do Xingu, o gelo literalmente derrete antes de chegar à superfície.

Pastor é preso em Novo Repartimento acusado de abuso sexual

Na manhã desta terça-feira (13), a equipe da Polícia Civil de Novo Repartimento deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva de Rodrigo Silva Fabri, pastor e morador do Residencial Sol Nascente.

De acordo com a denúncia, Rodrigo se aproveitava da sua posição privilegiada de pastor e amigo da família, para praticar os abusos sexuais contra uma menor. Ele também é suspeito de cometer abusos contra outras crianças que frequentavam a congregação a qual pertencia.

O pastor Rodrigo encontra-se preso por abuso sexual de menor e agora está à disposição da justiça.

(Ascom PCPA)

VI Festival Canção da Transamazônica abre inscrições para artistas do Brasil

Compositores, intérpretes e músicos já podem se preparar! Foram abertas as inscrições para o VI Festival Canção da Transamazônica nesta terça-feira (13) e vai até o dia 13 de Novembro deste ano. O evento tem data marcada, será realizado nos dias 18 e 19 de dezembro de 2020 no Centro de Eventos de Altamira-PA. A comissão organizadora através do grupo de triagem deverá divulgar o resultado com a seleção dos aprovados até às 18h00 do dia 20 de novembro de 2020, no site e nas redes sociais.

Cada participante poderá inscrever até 02 (duas) músicas, incluindo-se na contagem as parcerias. Além disso, as composições deverão ser inéditas, não lançada por gravadora ou distribuída comercialmente em larga escala e originais, a que não contiver plágio de outro autor ou compositor. O regulamento autoriza que músicas já apresentadas no FECANT podem concorrer novamente até o máximo de duas vezes, desde que não tenham recebido prêmios nas edições anteriores.

Neste ano, por conta da pandemia, o Festival se dará em duas noites, sendo uma noite de eliminatória regional com premiação e a segunda noite com a grande final e premiação nacional. Haverá ainda uma redução de público e o show principal da cantora Vanessa da Mata, é o que afirma a Coordenadora do evento, Joelma Kláudia “No primeiro dia vai ter Anjos de Resgate, pra gente ter uma noite de louvor nesse festival. E na segunda noite a gente vai ter Vanessa da Mata em Altamira, de graça!”

O FECANT regional será no dia 18 de dezembro de 2020 com 12 (doze) músicas somente de compositores e compositoras da Transamazônica/Xingu, das quais o júri do Festival escolherá a melhor música, o melhor intérprete e a melhor letra da noite. As 03 (três) primeiras colocadas do Fecant regional já garantem sua apresentação na grande final e concorrem aos prêmios nacionais. Nesta noite terão as seguintes premiações:

1° lugar – Prêmio Átila Milhomem – R$5.000,00
2° lugar – R$3.000,00
Melhor intérprete regional: R$1.500,00
Melhor letra: R$1.500,00.

O FECANT nacional será no dia 19 de dezembro de 2020 com 12 (doze) músicas, das quais 09 (nove) serão de compositores de diversas regiões do Brasil e as 03 (três) selecionadas na noite anterior com o Fecant Regional.

Nesta noite teremos as seguintes premiações:

1° lugar – R$10.000,00
2° lugar – R$7.000,00
3° lugar – R$5.000,00
Melhor intérprete nacional: R$1.500,00

Para se inscrever e conferir o regulamento, basta acessar o site do Festival: https://fecant.com.br/

Por: Athaynara Farias

Equatorial Pará orienta clientes a substituírem lâmpadas antigas por LED

As lâmpadas de LED são 60% mais econômicas que as fluorescentes compactas e consomem 13,5 vezes menos energia que uma lâmpada incandescente

Em uma conta de energia elétrica a iluminação representa, em média, 20 por cento do consumo mensal. De olho nessa oportunidade de readequar o orçamento doméstico, a Equatorial Energia Pará tem orientado seus clientes para o consumo consciente onde reforça, entre outros fatores, a necessidade da troca de lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas com tecnologia LED. Além de mais econômica, elas são mais duráveis e não prejudicam o meio ambiente.

Desde o começo da pandemia, as lâmpadas que, normalmente, eram utilizadas de noite, vem ganhando função também durante o dia em casas onde a luz do sol não entra com a qualidade necessária. O regime de home office, adotado por grande parte das empresas, também tem contribuído para o aumento do número de lâmpadas acesas, principalmente para iluminar ambientes e facilitar o trabalho de leitura e escrita.

Daí vem a necessidade de adequar a iluminação utilizando tecnologias mais eficiente e que consuma menos energia. Nesse caso, as lâmpadas de LED são, sem dúvida, a melhor opção. Feitas de acrílico, um material mais resistente a impactos e às intempéries naturais, a durabilidade das lâmpadas LED é 30 vezes maior do que as incandescentes, que se deterioram facilmente, e seis vezes mais do que as fluorescentes compactas.

De acordo com Júlio Mendes, Executivo da Corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética, ao optar por LED, é possível contribuir com o meio ambiente. “São muitas as vantagens oferecidas pela lâmpada com tecnologia LED, e uma delas está ligada, não apenas a economia, mas também a saúde, já que sua estrutura é reciclável o que torna o processo de descarte mais simples do que as tradicionais, pois esse tipo de iluminação não possui material tóxico na sua composição, como ocorre nos outros tipos de lâmpadas”, afirma.

ECONOMIA EM NÚMEROS – As lâmpadas de LED são 60% mais econômicas que as fluorescentes compactas e consomem 13,5 vezes menos energia que uma lâmpada incandescente. Uma lâmpada LED de 10 watts ligada 5 horas por dia, durante um mês, com quilowatt-hora a R$ 0,75, consome cerca de R$ 1,12. Nas mesmas circunstâncias, caso o consumidor seja beneficiado pela Tarifa Social de Energia Elétrica, o desconto pode chegar a 60%, e ele pagará cerca de R$ 0,44.

Vale lembrar que o LED também não perde a vida-útil à medida que é ligado e desligado. Também é possível economizar energia com o uso do ar-condicionado porque há menos troca de calor entre a lâmpada e o ambiente, já que o diodo emissor de luz não aquece, ou aquece muito pouco, durante o uso.

(Ascom)

Motorista de caminhão boiadeiro é apreendido sem CNH em Uruará

Um caminhão boiadeiro foi apreendido no último final de semana em Uruará e o motorista acabou detido pela Polícia Militar, após ser flagrado dirigindo o veículo de forma perigosa pela rodovia Transamazônica (BR-230).

Segundo a PM informou, durante a abordagem os policiais verificaram que o condutor não possuía Carteira Nacional de Habilitação, CNH. O motorista e o caminhão foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil. Um termo circunstanciado foi feito e em seguida, o motorista foi liberado.

Fonte: Gazeta Uruará

Forma Pará: inscrições em nove municípios vão até dia 22 de outubro

As inscrições para os cursos de nível superior ofertados pelo Governo do Pará em nove municípios se encerram no dia 22 de outubro. Os interessados, portanto, têm menos de 10 dias para garantir a participação no vestibular especial da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Os cursos são disponibilizados por meio do projeto Forma Pará, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceira com as instituições de ensino superior, prefeituras e entidades civis.

Os editais com a oferta das vagas em nove municípios estão publicados no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), responsável pela realização dos processos seletivos.

O edital da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) oferece 315 vagas nos municípios de Abel Figueiredo (Administração – 50 vagas), Bom Jesus do Tocantins (Ciências Contábeis – 50 vagas), Itupiranga (Pedagogia – 50 vagas), Jacundá (Psicologia – 35 vagas), Ourilândia (Zootecnia –  40 vagas), Piçarra (Medicina Veterinária – 40 vagas) e Tailândia (Engenharia Ambiental – 50 vagas).

A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) oferta 90 vagas nos municípios de Novo Progresso (Engenharia Sanitária e Ambiental – 50 vagas) e Rurópolis (Agronomia – 40 vagas).

Para os dois processos seletivos a taxa de inscrição é de R$ 80. As instituições garantiram isenções a candidatos de baixa renda. Na Unifesspa foram 372 isentos e na Ufopa, 129. A data prevista para a realização da prova é 13 de dezembro, em cada município onde o curso é ofertado.

Ambos os editais preveem reserva de vagas para cotas sociais e raciais, além de vagas para pessoas com deficiência. Também é garantida pontuação bônus para candidatos que cursaram pelo menos uma das séries do Ensino Médio no município onde a vaga é ofertada.

Confira todos os detalhes nos editais: Unifesspa aqui e Ufopa aqui.

(Agência Pará)

Justiça Eleitoral adota medidas contra Covid-19

2020 é um ano diferente. É a primeira vez que as eleições municipais acontecem em meio a uma pandemia perigosa e que já matou milhares de pessoas mundo a fora. Por isso, a justiça eleitoral adotou medidas para a segurança de mesários e eleitores.

As medidas foram elaboradas por equipes de hospitais que são referência no assunto e por técnicos da fundação Oswaldo Cruz.

Em altamira e outros municípios do interior do Pará, será realizado apenas o primeiro turno marcado para o dia 15 de novembro. Uma das novas medidas é a ampliação do horário de votação. Agora, de sete da manhã às cinco da tarde.

Em tempos de pandemia vai ser obrigatório o uso de máscara. O eleitor que esquecer o acessório não entrará nas dependências do colégio eleitoral para votar. Na hora de identificação, o mesário pode pedir para retirar a máscara e confirmar que se trata do eleitor.

O distanciamento mínimo de um metro será exigido nas filas que podem ser geradas no dia das eleições. Outra medida é a distribuição de álcool em gel. O superior tribunal eleitoral recomenda que eleitores levem canetas para assinar presença no caderno de votação.

Clique para baixar o Plano de Segurança Sanitária – Eleições Municipais 2020.

Hemopa convoca doadores em Altamira

O Hemopa em Altamira vem registrando a pouca procura de doadores de sangue. Alguns tipos sanguíneos chegaram a zerar no centro que também é responsável por envio de bolsas a outros municípios da região.

Segundo o enfermeiro que atua no Hemopa, as pessoas voltaram a trafegar com intensidade pelas ruas da cidade o que vem provocando mais acidentes graves. Em muitos casos há necessidade de sangue.

Quem quiser doar, pode procurar o Hemopa na avenida BrigadeitoEduardo Gomes, de segunda a sexta, das 7h às 13h.

Requisitos para doar

Idade: entre 16 e 69 anos (pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado antes dessa idade, menores de 18 precisam estar acompanhados de responsáveis ou com formulário de autorização)
Peso: mínimo de 50 kg
Repouso: ter dormido no mínimo 6 horas nas últimas 24h
Alimentação: evitar jejum e alimentos gordurosos nas últimas horas e em casos de ter tido refeições fartas no almoço ou jantar, doar após 3 horas
Documentos: apresentar documento de identidade original com foto atual, emitido por órgão oficial (RG, Carteira de Habilitação, Carteira de Trabalho ou Previdência Social)
Bebidas: não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas
Fumo: não ter fumado tabaco por no mínimo 2 horas antes da doação
Exercícios: não ter praticado exercícios físicos exagerados nas últimas 24 horas

Seduc altera retorno das aulas para 3 de novembro

A Secretaria de Educação do Pará – Seduc, informou que a retomada das aulas presenciais na rede pública estadual está prevista para ocorrer a partir dia 3 de novembro. Inicialmente a data divulgada era 5 de outubro. A previsão valerá para estudantes do 3º ano do ensino médio.

Em sua última entrevista à imprensa a secretária Elieth Braga informou que haveria o retorno gradual de alunos, cumprindo a questão do afastamento, com desinfecção das áreas escolares, inclusive respeitando os servidores que são grupos de risco.

Em nota a Seduc informou que o Conselho Nacional de Educação (CNE) já se encontra debatendo a normativa que permitirá o ensino não presencial e/ou presencial nas escolas públicas e particulares do território nacional, até a conclusão do ano letivo 2020.

“A Seduc após a análise detida do painel da educação pública da rede estadual de ensino, se posiciona em acompanhar as diretrizes orientativas do Conselho Nacional de Educação (CNE), considerando a dimensão do Estado do Pará com realidades diferentes. Destaca ainda que foram apresentados os calendários atinentes ao ano letivo 2020, que encontram-se em análise do Conselho Estadual de Educação do Estado do Pará, onde diante das distantes realidades epidemiológicas, a Seduc encaminhou uma nova proposição de ajuste, já com a nova vertente apresentada pelo CNE.

Assim sendo, a Seduc alterou a data de retorno de aulas presenciais para o dia 03.11.2020, ou ainda, continuidade das aulas remotas, inclusive para os anos terminais, quais sejam as turmas da 3ª série do Ensino Médio.”

 

Sem escolha da presidência, reitor assume interinamente

A Universidade Federal do Pará decidiu através do conselho universitário empossar de forma interina o professor Tadeu Oliver Gonçalves. Ele é o conselheiro mais antigo da instituição e como sugere o regimento da UFPA, é o que deve assumir a vaga enquanto o reitor da lista tríplice não sai.

A presidência da república tinha até o dia dez de outubro para escolher o novo reitor. Foi feita uma lista de três nomes que saiu após processo eleitoral feito dentro da instituição, com participação de alunos e professores. Mas Jair Bolsonaro não escolheu nenhum dos nomes até a data prevista, por isso, o professor Tadeu assume até sair a escolha definitiva.

Tadeu é docente da UFPA desde 1976. Atualmente ele é professor titular do Instituto de Educação Matemática e Cientifica. A instituição teme que com essa indefinição se perca projetos e investimentos.

O Ministério da Educação – MEC, devolveu a lista tríplice da UFPA informando que o modelo de consulta à comunidade desobedeceu a legislação. No ofício, a Casa Civil da presidência da república determina a realização de nova consulta.