Governo do Pará propõe retorno presencial das aulas para 21 de setembro

O Governo do Pará definiu uma proposta de protocolo para a volta às aulas na rede de ensino estadual. Segundo o documento, que foi enviado ao Ministério Público do Estado (MPPA) nesta sexta-feira (14), a retomada das atividades presenciais seria progressiva, a partir de 21 de setembro, e seguindo uma série de medidas sanitárias, de higiene e distanciamento social para professores, funcionários e alunos.

As primeiras turmas a retomarem as aulas presenciais seriam as da 3ª Série do Ensino Médio, com turmas divididas em dois grupos de 50% nas semanas de 21 a 25 de setembro e 28 de setembro a 2 de outubro. O retorno das turmas com 100% dos alunos seria apenas após o dia 5 de outubro.

O mesmo calendário deve valer para alunos do 5º ao 9º Ano, mas a lotação inicial das turmas seria de apenas 25%, aumentando para 50% e com lotação total após 19 de outubro. Outras séries devem trabalhar com cronograma progressivo semelhante, tendo 100% dos alunos estudando de forma presencial após o dia 26/10.

Segundo o Estado, a proposta está sujeita a alteração de acordo com o cenário epidemiológico, com o cronograma sendo alterado se os casos de Covid-19 voltarem a crescer.

O último boletim de Covid-19 divulgado pela Secretaria de Saúde aponta que, desde o começo da pandemia, o Pará já teve mais de 175 mil pessoas infectadas com a doença, 159 mil recuperados e 5.924 óbito, sendo 7 nos últimos sete dias.

Proposta ainda será avaliada

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o protocolo é um documento de planejamento em construção. A proposta é a primeira versão e foi encaminhada aos Ministérios Públicos, ao Conselho Estadual de Educação e às direções de escolas para contribuições até a próxima sexta-feira (21). A Seduc ressalta que o Governo do Estado ainda fará uma nova avaliação epidemiológica e que não há data indicativa para esse retorno.

(G1/PA)

 

Delegacias de Defesa da Mulher passam a atender transexuais

Delegacias de Polícia de Defesa da Mulher (DDMs) passaram a atender transexuais no Estado de São Paulo. Agora, são atendidas as vítimas de violência doméstica, familiar ou crimes contra a dignidade sexual levando em conta a identidade de gênero e não apenas o sexo biológico.

Segundo a coordenadora das DDMs em São Paulo, delegada Jamila Ferrari, a reformulação do decreto traz mais segurança e garantias a este público no momento de registrar o boletim de ocorrência.

O anúncio foi realizado por meio do Diário Oficial na manhã de quinta-feira, 13. A alteração estabelece que as Delegacias investiguem crimes praticados “contra pessoas com identidade de gênero feminino e contra crianças e adolescentes”.

Delegacias de Polícia de Defesa da Mulher (DDMs) passaram a atender transexuais no Estado de São Paulo. Agora, são atendidas as vítimas de violência doméstica, familiar ou crimes contra a dignidade sexual levando em conta a identidade de gênero e não apenas o sexo biológico.

Segundo a coordenadora das DDMs em São Paulo, delegada Jamila Ferrari, a reformulação do decreto traz mais segurança e garantias a este público no momento de registrar o boletim de ocorrência.O anúncio foi realizado por meio do Diário Oficial na manhã de quinta-feira, 13. A alteração estabelece que as Delegacias investiguem crimes praticados “contra pessoas com identidade de gênero feminino e contra crianças e adolescentes”.

“A intenção foi deixar claro que nós, como Instituição, não atendemos essas vítimas conforme o sexo biológico, mas sim pela maneira como elas se enxergam. É desta forma que trabalham as DDMs”, explicou Jamila.

No decreto também há outra mudança em relação à competência das DDMs. As unidades passam a atender e investigar apenas “infrações penais relativas à violência doméstica ou familiar e infrações contra a dignidade sexual “. Antes, casos como briga entre vizinhas eram levadas à delegacia por ter mulheres envolvidas, agora essas ocorrências passam a ser tratadas como desentendimento comum em qualquer delegacia.

(Agência Estado)

Polícia Civil já está emitindo novo modelo de identidade

A nova carteira de identidade já está sendo emitida em altamira. O novo modelo possui mais informações e traz outros documentos pessoais. A identidade segue padrão nacional.

O atendimento presencial acontece no posto de identificação da Polícia Civil que fica na travessa Niterói, bairro Jardim Uirapuru. Para agendar é necessário ligar para (93) 99242-3847.

 

Com novo decreto, bares e restaurantes de Altamira poderão abrir até às 23h

A Prefeitura de Altamira divulgou nesta sexta-feira (14) o Decreto Municipal nº1384 que dispõe sobre o funcionamento do comercio local e as medidas de distanciamento social controlado, visando a prevenção e o enfretamento a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o texto, bares, restaurantes, lanchonete, barracas e quiosques, poderão funcionar das 11h às 23h, podendo abrir também aos finais de semana.

Os estabelecimentos continuam com a obrigatoriedade de manter as regras de distanciamento e normas de segurança, como uso de máscara e disponibilização de álcool em gel.

Confira os horários de cada setor:

I – Comércio atacadista e varejista, das 08h às 15h;

II – Escritórios administrativos e imobiliárias, das 08h às 15h;

III – Salão de beleza, barbearia e afins, das 08h às 20h, apenas com hora marcada;

IV – Construção Civil, das 07h às 17h;

V – Indústria, das 07h às 17h;

VI – Shopping Centers, exceto cinemas, das 12h às 20h;

VII – Concessionárias, das 08h às 15h;

VIII – Igreja;

IX – Academias, centro de treinamento, atividades esportivas de quadra, campo e aquáticos, das 6h às 21h;

X – Bares, restaurantes, lanchonete, barracas e quiosques, das 11h às 23h;

XI – Estabelecimentos de cursos técnicos de nível médio e cursos livres, das 8h às 21h;

§ 1º O horário e o modo de funcionamento das atividades privadas essenciais serão de acordo com o Alvará de Funcionamento expedido pelo Órgão competente;

Os estabelecimentos comerciais e de serviços essenciais e os não essenciais elencados devem observar quanto ao seu funcionamento:

I – respeitar a lotação máxima de 40% (quarenta por cento) de sua capacidade, inclusive na área de estacionamento;

II – seguir regras de distanciamento, respeitada distância mínima de 1,5m (um inteiro e cinco décimos metros) para pessoas com máscara;

III – fornecer alternativas de higienização (água e sabão e/ou álcool gel);

IV – impedir o acesso ao estabelecimento de pessoas sem máscara; e,

V – adotar esquema de atendimento especial, por separação de espaço ou horário, para pessoas em grupo de risco, de idade maior ou igual a 60 (sessenta) anos, grávidas ou lactantes e portadores de Cardiopatias graves ou descompensados (insuficiência cardíaca, cardiopatia isquêmica), Pneumopatias graves ou descompensados (asma moderada/grave, DPOC), Imunodeprimidos, Doenças renais crônicas em estágio avançado (graus 3, 4 e 5), Diabetes mellitus e Doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica.

Confira o decreto na íntegra.

Decreto 1384, de 21 de julho de 2020, Bandeira Laranja Reeditado (1)

 

Annabelle fugiu? Web fica enlouquecida com boato de sumiço da boneca

Poderia uma boneca de filmes de terror sumir de um museu nos Estados Unidos e vir aterrorizar os brasileiros? Mesmo que pareça improvável, o boato da possível fuga de Annabelle, a boneca amaldiçoada da franquia “Invocação do Mal”, movimentou os internautas no Twitter na madrugada de hoje.

A brincadeira começou uma notícia falsa de que Annabelle teria fugido do Museu Oculto dos Warren, em Connecticut. O museu pertencia a Ed e Lorraine Warren, investigadores de fenômenos paranormais que inspiraram a franquia do cinema e já morreram.

No museu, a boneca, que estrelou o filme mais recente da franquia, “Annabelle 3: De Volta Para Casa”, permanece dentro de uma caixa de vidro lacrada. No entanto, o boato de hoje ganhou força por causa de um vídeo da Warner Bros.

Recentemente, a produtora de “Invocação do Mal” fez uma brincadeira com a vida de Annabelle durante a pandemia do coronavírus. O vídeo mostrava a boneca macabra tentando passar o tempo enquanto permanecia sozinha nos estúdios da Warner, em Los Angeles. No final, ela aparecia deixando o local, claro que devidamente protegida com uma máscara.

O “sumiço” de hoje fez os internautas se divertirem com uma possível vinda de Annabelle ao Brasil. Quem sabe não fica a dica à Warner para uma próxima sequência da franquia.

 

 

(Bol)

Caixa credita auxílio emergencial para 4 milhões de nascidos em agosto

A Caixa credita hoje (14) o auxílio emergencial para 4,096 milhões de beneficiários. São 4 milhões de pessoas nascidas em agosto que já tinham a programação de receber nesta data. Os demais, 96 mil, são os beneficiários nascidos em agosto que tiveram o pedido liberado no início deste mês. Eles tiveram o cadastro reavaliado pelo governo.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19.

A Caixa tem disponibilizado o auxílio em uma poupança digital, acessível pelo aplicativo Caixa Tem. Pelo programa é possível fazer compras online em estabelecimentos autorizados e pagar boletos.

O saque em dinheiro do benefício, em uma agência do banco, é autorizado posteriormente, conforme calendário definido pelo governo, considerando o mês de nascimento do beneficiário. As transferências para outros bancos ou para contas na própria Caixa seguem o mesmo calendário de saque. Nesse caso, os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas pelo beneficiário.

Ciclo 1

O crédito para os beneficiários nascidos em agosto faz parte do Ciclo 1 de pagamentos do auxílio emergencial. Os saques e transferências estarão liberados no dia 1º de setembro para os beneficiários que receberam o crédito na poupança social hoje.

No ciclo 1, o crédito na poupança social da Caixa está agendado para o período de 22 de julho a 26 de agosto, conforme o mês de nascimento. Os saques e transferências estão sendo feitos de 25 de julho a 17 de setembro.

Bolsa Família

Na próxima terça-feira (18), tem início o saque do auxílio emergencial para público beneficiário do Bolsa Família com NIS final 1. O pagamento para esse público é feito conforme o calendário usual do programa Bolsa Família. Os primeiros a receber são os beneficiários com NIS final 1. Na quarta-feira, será a vez daqueles com NIS final 2 e assim por diante, com exceção do final de semana quando não há pagamentos, até o dia 31 de agosto, quando será liberado pagamento para os beneficiários com NIS final 0. Serão 1,9 milhão de beneficiários por dia.

(Agência Brasil)

Polícia Civil combate crimes de tráfico em Rurópolis

Duas pessoas foram detidas durante uma operação de combate ao tráfico de drogas no município de Rurópolis, deflagrada na manhã desta quinta-feira (13).

A ação começou logo cedo e percorreu vários bairros da periferia de Rurópolis, na BR-163. 40 Policiais Civis e Militares participaram da operação intitulada Volver, que tinha como foco o combate ao tráfico de drogas e a retomada do controle na cidade pelas forças de segurança.

Durante a operação três pessoas foram detidas, Edilberto Pereira Cruz, de 49 anos, natural do Maranhão, Edovaldo Lima, de 46 anos, natural de Santarém, e Geremias de Oliveira, de 19 anos, natural do município de Placas.

Um quarto homem que era procurado pela polícia, foi localizado. Armado, ele reagiu à prisão e trocou tiros com os policiais. Por conta da ação, ele acabou ferido e não resistiu aos ferimentos.

Durante a operação, a polícia apreendeu uma espingarda, um revólver calibre 32, e uma arma caseira, além de munições de vários calibres, quatro celulares, dois rádios comunicadores, dinheiro e drogas.

 

Homem é preso por tentativa de homicídio em Medicilândia

Um homem foi preso no munícipio de Medicilândia na tarde de quinta-feira (13). Ele teria tentado matar uma pessoa na área rural da cidade.

O caso foi registrado no travessão do 120. Segundo informações da polícia, Jobson Martins Chaves, 33 anos, teria chegado embriagado na casa da vítima, Leomar Cordeiro Lima, 38 anos. Ele teria repreendido o primo e pediu para que fosse embora.

Jobson teria ficado com raiva e saiu do local, minutos depois retornou em posse de uma espingarda e atirou contra Leomar, que conseguir correr e depois tomar a arma do homem.

A Polícia Militar foi acionada e prendeu o suspeito na agrovila União da Floresta tentando fugir. A arma usada para cometer o crime foi apreendida pelos policiais. Jobson foi levado à delegacia de Polícia Civil de Medicilândia.

 

Sarampo: prorrogada até 31 de agosto vacinação de adultos de 20 a 49 anos

O Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra o sarampo, da população de 20 a 49 anos, para até 31 de agosto, em todo o país. Dados preliminares das secretarias estaduais de saúde, registrados no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, apontam que desde o início da ação (16/3) até o dia 15 de julho, foram vacinadas 3,7 milhões de pessoas nessa faixa-etária. Nesta quarta etapa da Mobilização Nacional de Vacinação contra o Sarampo, a população-alvo nesta faixa-etária totaliza mais de 90 milhões de pessoas. A principal medida de prevenção e controle do sarampo é a vacinação, disponível durante todo o ano na rotina de vacinação dos serviços de saúde do país.

Para viabilizar a estratégia de vacinação, foram enviadas 4,3 milhões de doses da vacina, além do quantitativo para o atendimento de rotina. Também está em andamento a aquisição emergencial de 29 milhões de seringas e agulhas para apoiar os estados no andamento da operacionalização da vacinação.

O Ministério da Saúde tem alertado a população quanto à importância da vacinação contra o sarampo, mesmo com a pandemia da Covid-19 em evidência no país. O sarampo é uma doença grave e de alta transmissibilidade. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Neste caso, não é necessário o contato direto porque o vírus pode se disseminar pelo ar a metros de distância da pessoa infectada.

A vacinação contra o sarampo é uma estratégia do Ministério da Saúde para interromper a transmissão e eliminar a circulação do vírus no Brasil. As duas primeiras etapas ocorreram em 2019, com a realização de ações nacionais, em outubro, para crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade. E, a segunda etapa, foi realizada em novembro para a população de 20 a 29 anos. A terceira etapa, que ocorreu entre 10 de fevereiro a 13 de março deste ano, teve como público-alvo a população de 5 a 19 anos.

Diante da atual situação, o Ministério da Saúde tem desenvolvido ações em conjunto com os estados com o objetivo de interromper a circulação do vírus do sarampo. Encontra-se em processo de elaboração o ‘Plano de Ação para Interrupção da Circulação do Vírus do Sarampo no Brasil, 2020’. Este plano tem como objetivo elencar as atividades fundamentais e necessárias aos três entes federativos, envolvendo vigilância, imunização, laboratório e assistência, para que se possa alcançar a eliminação do sarampo no país.

Cenário

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, neste ano, até 27 de junho, foram confirmados 5.642 casos de sarampo em 21 estados, entre eles: Pará (3.237 casos – 57,4%); Rio de Janeiro (1.192 casos – 21,1%); São Paulo (688 casos – 12,2%); Paraná (248 casos – 4,4%); e Santa Catarina (111 casos – 2%).

O Brasil permanece com surto de sarampo nas cinco regiões, com 11 estados com circulação ativa do vírus. Os estados do Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina concentram o maior número de casos confirmados de sarampo, totalizando 5.476 (97,1%) casos. No momento, o país registra cinco óbitos por sarampo, sendo três no Pará, um no Rio de Janeiro e um em São Paulo. Os dados correspondem à Semana Epidemiológica (SE) de 1 a 25 de 2020 (até 20 de junho).

 

 

Planos de saúde vão cobrir exames para detecção do novo coronavírus

Os planos de saúde estão obrigados, a partir de hoje (14), a cobrir exames para detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a covid-19. A decisão, tomada ontem pela diretoria colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar, prevê a cobertura para a pesquisa de anticorpos IgC ou anticorpos totais e foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas e também para crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo novo coronavírus.

Os planos de saúde, no entanto, não estão obrigados a cobrir os testes nos seguintes casos: RT-PCR prévio positivo para Sars-Cov-2; pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado positivo; pacientes que tenham realizado o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana; para testes rápidos; pacientes cuja prescrição tem finalidade de screening, retorno ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo/domiciliar com caso confirmado; e para verificação de imunidade pós vacinal.

(Agência Brasil)