Fazendeiro é assassinado em Anapu

Anselmo Dias Almeida foi morto com um tiro na cabeça quando estava em casa, na zona rural de Anapu.

De acordo com a polícia, a vítima estava na sua propriedade que fica no travessão do Santana, quando na noite da última terça-feira (4) teve a casa invadida. O imóvel foi todo revirado. Objetos e até dinheiro foram levados do local. A polícia ainda não sabe dizer se o crime foi cometido por uma ou mais pessoas e segue investigando.

O corpo da vítima foi encontrado no dia seguinte, após a polícia receber uma denúncia. Muito conhecido na região, Anselmo foi sepultado nesta sexta-feira. Um cortejo percorreu as ruas da cidade.

Parentes e amigos da vítima chegaram a fazer um buzinaço em protesto pela morte do fazendeiro.

De 2005 a 2019, de acordo com levantamento da Comissão Pastoral da Terra, 23 pessoas foram assassinadas em Anapu entre lideranças sem-terra, assentados e trabalhadores rurais.

 

Hospital Regional volta a atender especialidades

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) parou de fazer atendimentos das especialidades para evitar a propagação da covid-19.

Mas, após analisar números da pandemia no Pará e na região Xingu, a Secretaria de Estado de Saúde Pública, Sespa, informou que os atendimentos de especialistas retornarão gradualmente. Já segunda-feira (10), pacientes terão consultas com: cardiologia, ortopedia e neurologia.

Além das medidas de prevenção, como uso de EPIs, será liberado apenas um acompanhante por paciente.

A enfermaria exclusiva para os casos da Covid-19 continuará recebendo os pacientes com a doença. O HRPT tem 14 leitos de UTIs para atender a pacientes graves e seis para os casos moderados.

A Sespa informou ainda que vai depender da redução de números de casos notificados envolvendo o coronavírus na região Xingu para poder programar a retomada de outras especialidades.