Jovem é acusado de enterrar duas pessoas no quintal de casa em Altamira; ele confessou que teria uma terceira vítima

Em menos de 24 horas os moradores da rua Pinheiro no bairro Bela Vista, em Altamira, foram surpreendidos com mais uma notícia trágica. Outro corpo foi encontrado em uma cova rasa, dessa vez, José Raimundo Rodrigues dos Santos, de 36 anos, conhecido pelo apelido de Oziel e que estava sendo procurado desde o dia 9 de março.

Segundo informações da polícia, José tinha passagens na delegacia por roubo e teria sido executado na sala da casa. No corpo havia um corte na nuca, mas somente após os exames do IML poderá ser identificada a causa da morte.

O IML fez a remoção do corpo. Uma moradora do bairro chegou a comentar sobre o jovem, Eliseu Costa, de 19 anos suspeito de cometer os crimes. Pra ela, os crimes causam espanto. “Eu não tenho o que falar dele, se falar mal estou mentindo. Eu não to acreditando nesse lado ruim dele”, declarou.

Foi no quintal do mesmo terreno que a polícia encontrou o corpo de Luiz Carlos Calixto Barros, de 43 anos, no dia anterior. A vítima desapareceu em agosto de 2019. A roupa que ele usava ajudou na identificação. Segundo informações da polícia, Luiz foi morto com golpes de martelo. O suspeito de cometer o crime chegou a esquartejar as pernas da vítima.

O jovem que colaborou com a polícia, foi detido por ocultação de cadáver. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA,  em altamira, após passar mal. Ele já teve a prisão preventiva decretada.

Terceira vítima

O jovem Eliseu Santos, de 19 anos, acabou de informar à polícia sobre um terceiro corpo que ele teria enterrado no mesmo terreno da casa onde morava, no bairro Bela Vista, onde já foram encontrados os corpos de Luiz Carlos Calixto, de 43 anos descoberto na quinta-feira e de José Raimundo Rodrigues Dos Santos, de 36 anos, conhecido pelo apelido de Oziel, desenterrado na manhã desta sexta-feira e que estava sendo procurado desde o dia 9 de março.

 

Polícia encontra segundo corpo em terreno em Altamira

A polícia encontrou um segundo corpo no quintal de uma casa no bairro Bela Vista, em Altamira.

Na quarta-feira a Polícia Civil e os peritos do Centro de Perícias Renato Chaves encontraram a cova onde estava enterrado Luís Carlos Carlixto Barros, de 43 anos.

O dono da casa é suspeito de ter cometido o crime. Ele foi preso por ocultação de cadáver. Ainda de acordo com a investigação da polícia, a vítima teve uma morte violenta. Teria tido as pernas cortadas pelo criminoso.

 

 

 

 

 

 

Termina hoje campanha de vacina contra sarampo para crianças e jovens

A campanha de vacinação contra o sarampo voltada para crianças e jovens com idade entre 5 e 19 anos termina nesta sexta-feira (13). Este é o público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a doença, iniciada em 10 de fevereiro, com a convocação de 3 milhões de pessoas dessa faixa etária.

O Ministério da Saúde informou que, até o início do mês, 28.783 pessoas dessa faixa etária foram vacinadas. Outras 99,6 mil pessoas já tinham sido vacinadas entre janeiro e o início da campanha.

A pasta lembra que a principal medida de prevenção e controle do sarampo é a vacinação, que está disponível durante todo o ano nos 42 mil postos de saúde do país. Para viabilizar a ação, o ministério encaminhou neste ano 3,9 milhões de doses da vacina tríplice viral, 9% a mais que o solicitado pelos estados.Este quantitativo é destinado à vacinação de rotina, às ações de interrupção da transmissão do vírus e à dose extra chamada de dose zero para todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias.

A campanha de vacinação faz parte de uma estratégia nacional para interromper a transmissão do sarampo e eliminar a circulação do vírus. As duas primeiras etapas ocorreram no ano passado. “As duas primeiras etapas já ocorreram em 2019, com a realização de campanha de vacinação nacional, em outubro, de crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade. A segunda etapa aconteceu em novembro para a população de 20 a 29 anos”, informou o ministério.

Ainda segundo a pasta, duas outras etapas de mobilização darão continuidade às ações em 2020, além da prevista para fevereiro: entre junho e agosto, para o público com idade entre 20 a 29 anos; e em agosto, para a população de 30 a 59 anos de idade.

Casos em 2019

Segundo o Ministério da Saúde, em 2019 foram registrados 18,2 mil casos de sarampo em 526 municípios. Em São Paulo, foram registradas 14 mortes e uma em Pernambuco. O maior número de casos também foi registrado em São Paulo, 16 mil.

Com o retorno da doença, o Brasil perdeu o status de país livre do sarampo em 2019, concedido pela Organização Mundial da Saúde em 2016.

Sarampo

O sarampo é uma doença altamente contagiosa, transmitida por meio da fala, da tosse e do espirro. Os principais sintomas são mal-estar geral, febre, manchas vermelhas que aparecem no rosto e vão descendo por todo o corpo, tosse, coriza e conjuntivite. A vacina é fornecida pelo Ministério da Saúde e está disponível gratuitamente em postos de saúde de todo o país.

Quem apresentar doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação até modificação do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença. Também não é indicado o imunizante a quem recebeu imunoglobulina, sangue e derivados, transplantados de medula óssea, e também a quem apresenta alergia ao ovo e gestantes.

Professores da região exigem pagamento de precatórios

Professores do município de Vitória do Xingu, entre outras cidades, participaram de uma manifestação em frente ao fórum de Altamira. Segundo os educadores, até o momento o precatório ainda não foi pago.

Os precatórios têm origem em ações movidas por municípios contra a união entre 1998 e 2006. As prefeituras alegavam que o Ministério da Educação cometeu erros no cálculo do valor repassado por meio do Fundeb. Os julgamentos foram favoráveis aos municípios e geraram precatórios que, somados, chegam a r$ 90 bilhões.

Veja a reportagem completa.