Secretaria de saúde descarta possível caso de coronavírus em Altamira

Foi descartado pela Secretaria de Saúde Pública do Pará, Sespa, um possível caso suspeito de COVID-19, o novo coronavírus, no Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira. A notícia foi divulgada por um site local e informava que um homem não teve a idade divulgada, e nem se sabe se viajou para os países onde o vírus circula, teria dado entrada no Hospital na tarde desta quarta-feira (11), com sintomas da doença.

Nós entramos em contato com a assessoria da Secretaria que informou através de uma nota que ‘de acordo com a investigação inicial do caso, o paciente não atende a definição de caso de COVID-19 vigente’.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que até o momento, foram notificados 21 casos suspeitos de Covid-19, dos quais 13 foram descartados e 08 permanecem em análise.

Dos descartados: 05 foram de influenza A H1N1, 07 foram negativos para o painel viral, e 01 de coronavírus HKU1.

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil chegou a 68 no início da noite desta quarta. Além dos casos confirmados, há neste momento 907 casos suspeitos que estão em análise. Também já foram descartados 935 casos.

Estudantes de Medicilândia reclamam da qualidade do transporte escolar

O vídeo feito pela mãe de uma das crianças mostra o estado em que o veículo se encontra sujo de lama e sem segurança.

O carro é uma caminhonete que foi adaptada para transportar os alunos na carroceria. No vídeo não é possível identificar o número de crianças que serão levadas no veículo,  mas a situação é tão incômoda que até mesmo os menores reclamam do aperto.

Todas as crianças estão de uniformes e com material escolar. No vídeo é possível ver que elas são orientadas pelo motorista e por uma mulher, que parece ser a monitora, a subir na carroceria eles obedecem, mas reclamam.

O vídeo foi gravado pela mãe de um dos alunos que mora no travessão 75, em Medicilândia. A área rural compreende mais da metade da população do município e por conta da falta de infraestrutura das estradas da região a cidade optou por transporte alternativo, já que os micro-ônibus não conseguiriam trafegar durante o inverno.

Segundo o portal da transparência do governo federal, até o dia 05 de março deste ano foram repassados através de convênio para o município R$ 46.899,85 para o custeio do transporte escolar na cidade.

O secretário de educação da cidade, Wallas Fernandes, teve acesso ao vídeo que foi enviado a nossa equipe de reportagem. Segundo ele, as crianças são transportadas em um micro-ônibus e no trecho que a via está em péssimas condições o motorista faria uso de uma caminhonete, mas de acordo com o secretário a situação não é regular e a ação teria sido tomada pelo motorista para evitar que os estudantes não perdessem o horário de aula.

Veja a reportagem completa.

Homem é suspeito de matar amigo em Pacajá

José Gomes de Sousa, de 64 anos, foi encontrado em uma rede. A vítima estava com um ferimento no rosto que provavelmente foi provocado por uma arma de fogo.

No local, perto da rede onde estava o corpo de José, foi encontrada uma espingarda de madeira calibre 36 e um cartucho deflagrado.

O crime aconteceu no KM – 292, na vicinal do boca rica, cerca de 5 km da BR-230 Transamazônica na zona rural do município de Pacajá. De acordo com as informações, no local estava a companheira do autor do homicídio, que identificou o mesmo como Jerri Adriano Dos Santos Tavares. Segundo ela, o companheiro e a vítima estavam bebendo desde cedo, ela teria ido dormir e minutos depois acordou com o barulho de um disparo.

Até o momento Jerri Adriano não foi encontrado e se encontra foragido.

 

Carro cai em lago de hidrelétrica e professor universitário morre em Tucuruí, no Pará

O professor universitário Divandro Krause Ramos morreu em um acidente na noite da última segunda (9) na rodovia PA-263, em Tucuruí, sudeste do Pará. A vítima estava em um carro que caiu no lago da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, por volta das 21h30, segundo a Polícia Civil. O veículo foi retirado nesta terça pelo Corpo de Bombeiros do Pará.

Segundo a Polícia, o carro estava parado na rodovia quando foi acelerado e caiu no local, que tem profundidade de aproximadamente dez metros. O corpo da vítima foi retirado.

Um guindaste foi utilizado para remoção do veículo. O caso foi registrado na Seccional de Tucuruí, que deve solicitar perícias para investigar o caso.

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seção Pará lamentou o falecimento do professor, que também era advogado.

“(…) o presidente da OAB-PA, Alberto Campos, em nome do Conselho Seccional e de todos os advogados e advogadas paraenses, expressa condolências aos familiares e amigos do advogado”, diz a nota.

A OAB informou, ainda, que o velório deve ocorrer na Primeira Igreja Batista de Tucuruí, localizada na av. 31 de Março, próximo ao Fórum da Comarca de Tucuruí.

(G1/PA)

IFPA campus Altamira ofertará curso preparatório para concursos públicos

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará/Campus Altamira ofertará o curso de extensão ATUALIZAÇÃO GRAMATICAL PARA CONCURSOS. O referido curso será ministrado pelo professor Me. Mix Moia e terá uma carga horária de 100 horas aulas distribuídas em três módulos.

O Módulo I destina-se a candidatos que desejam fazer concursos públicos cuja escolaridade exigida seja ensino fundamental completo; O Módulo II para ensino médio e o Módulo III para ensino superior. As inscrições serão realizadas no dia 12/03/2020 das 8:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 17:00 horas na biblioteca do Campus.

Para se inscreverem os candidatos deverão apresentar originais e cópias do RG, CPF, Comprovante de residência e de escolaridade (candidatos que ainda estejam cursando ensino médio ou superior devem apresentar declaração de aluno regularmente matriculado em tal nível).

Serão ofertadas 30 vagas e a ordem de preenchimento será por ordem de chegada. As aulas estão previstas para começarem dia 16/03/2020 sendo distribuídas da seguinte forma: de 16/03 a 20/03 as aulas serão referentes ao módulo I – Nível fundamental completo; já os dias 23, 24, 25, 30, 31 e 01 (segundas, terças e quartas) módulo II – Ensino Médio; e 06, 07, 08, 13, 14, 15, 20, 21 e 22 (segundas, terças e quartas) módulo III – Ensino superior. Candidatos inscritos no módulo I não poderão se inscrever nos módulos II e III e vice-versa. As aulas ocorrerão no período noturno de 18:30 às 22:00 horas.

 

Projeto sobre Fundo Penitenciário é encaminhado à Alepa

Governo do Estado encaminhou nesta quinta-feira (6) à Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) para apreciação em regime de urgência, Projeto de Lei que dispõe sobre a execução de projetos voltados à oferta de trabalho para Pessoas Privadas de Liberdade (PPLs) e a instituição do Fundo de Trabalho Penitenciário.

O referido projeto prevê que, por meio de parcerias firmadas com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), pessoas custodiadas ao estado possam desenvolver atividades laborais nas unidades prisionais e fora delas, por contratos diretos com a SEAP; mediante convênios a entes federados ou pessoas jurídicas a eles vinculados; pessoas jurídicas sem fins lucrativos, como Organizações Sociais; com organizações da sociedade civil e, ainda, com pessoas jurídicas de direito privado e com fins lucrativos. Todas com a possibilidade da utilização da mão de obra prisional no interior das unidades.

O trabalho prisional, além da remuneração mínima de, ao menos, 1 salário mínimo – dividido em 3 partes, sendo estas 50% para auxílio à família, 25% como pecúlio, depositado em caderneta de poupança e outros 25% para ressarcimento do estado – tem finalidade educativa e possibilita a remição de pena, com 1 dia remido a cada 3 dias de efetivo exercício. Ainda sobre este, a partir da criação do Fundo de Trabalho Penitenciário, a SEAP disporá de recursos destinados à capacitação da mão de obra prisional, bem como para a manutenção ei melhoria das unidades prisionais, que devem ser oriundos de prestação de serviços e mercadorias pela SEAP, convênios, contratos, entre outros rendimentos.