Anapu ganha aterro sanitário

Com uma população de 25 mil habitantes Anapu ainda não possui um programa de coleta seletiva de lixo, mas, essa realidade pode mudar. A produção diária de lixo na cidade é de uma tonelada e meia de resíduos, mas com a construção do aterro sanitário, Anapu entra na lista de municípios brasileiros que cumpriram a lei de resíduos sólidos e encerraram as atividades do lixão.

Localizado a 10km da cidade, o aterro sanitário terá quatro células, cada uma delas com capacidade para receber resíduos por cinco anos.

A obra cumpre uma condicionante de Belo Monte, e está sendo executada pela empresa responsável pela construção da usina hidrelétrica. Com a construção do aterro em Anapu, a região do Xingu passa a contar com três unidades como esta.

Além de Anapu, Altamira e Vitória do Xingu também contam com aterros construídos com recursos das condicionantes. A obra deve ficar pronta nesta semana de março e ainda vai beneficiar a região de Belo Monte onde residem cerca de 5 mil famílias.

 

Casa lotérica de Anapu segue sem infraestrutura

Dentro da agência pouca gente, mas quem está na fila afirma que a dificuldade para ser atendido é grande.

Nossa equipe esteve em Anapu em meados de dezembro, quando encontramos o prédio lotado com pessoas passando mal à espera de atendimento. A época, a reclamação era a falta de dinheiro para o pagamento de benefícios previdenciários e a falta de condições do local.

Passados três meses nós voltamos ao local. Lá dentro não está tão lotado, mas o calor ainda é grande, o número de funcionários não aumentou, e a falta de dinheiro continua.

De acordo com o dono da lotérica, são 9 mil usuários de bolsa família por mês. Ele diz que a fila reduziu porque os clientes de Pacajá voltaram a ser atendidos lá, e que o problema registrado em dezembro tem relação com o abono de natal, pago pelo governo federal. Com relação ao grande problema, que é a falta de dinheiro, está relacionado a ausência de uma agência da caixa na cidade. Na região as agências mais próximas de Anapu são as de Altamira e Novo Repartimento.

Ler mais…Casa lotérica de Anapu segue sem infraestrutura

Homem colide em poste durante a madrugada

Jeferson Alves de Souza, de 22 anos, perdeu o controle do carro e acabou colidindo com um poste. Ele afirmou para os agentes do Demutran que outra pessoa estava dirigindo o carro e que havia outro veículo envolvido no acidente, porém no local não foi encontrado ninguém.

O acidente aconteceu por volta de 3 horas da manhã do último sábado (29) no perímetro urbano da Transamazônica, próximo ao bairro Liberdade. A colisão foi tão forte que o veículo ficou completamente destruído, felizmente não houve vítimas. O carro foi guinchado para o pátio do Demutran.

Servidores do Detran-PA decidem manter greve que já dura 40 dias

Os servidores do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) decidiram, em assembleia nem sexta-feira (28), continuar a greve, que completa 40 dias. Segundo os trabalhadores, é a mais longa paralisação da categoria no estado.

A continuidade da greve foi aprovada por unanimidade em votação que se deu no acampamento da categoria em frente ao prédio sede do Detran-PA, na Avenida Augusto Montenegro.

“A manutenção da greve se deve ao fato do governo ainda não ter aberto uma efetiva negociação sobre a pauta apresentada pelos trabalhadores, apesar de uma comissão ter tido algumas reuniões na Casa Civil do Estado”, diz Élison Oliveira, diretor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Pará (Sindtran-PA).

Segundo os manifestantes, 80% dos serviços do órgão estão paralisados em todo o estado. A categoria fez uma manifestação em frente à sede do departamento, na avenida Augusto Montenegro.

A principal reivindicação dos trabalhadores é a publicação da portaria de terceirização do serviço de vistoria veicular. Também há outras reivindicações como reajuste da gratificação, revisão do plano de cargos, carreira e remuneração e a realização de concurso público.

Em nota, o Detran informou que a greve parcial dos servidores não afetou o funcionamento do órgão e que apenas o setor de vistoria está com atendimento reduzido. O Detran disse ainda que a portaria que estabelece critérios para o credenciamento de empresas terceirizadas para a realização de serviços específicos de vistoria é totalmente amparada pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A portaria visa, de acordo com o Detran, atender a crescente demanda recorrente do aumento da frota de veícular e oferecer mais opções e comodidade ao usuário.

(G1/PA)

 

Gasolina no Pará apresenta alta mesmo após quedas anunciadas pela Petrobras

A gasolina comercializada em postos de combustíveis do Pará voltou a ficar mais cara no mês de janeiro, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioecônomicos (Dieese-Pa). A alta foi registrada mesmo após três quedas de preços anunciadas pela Petrobras.

De acordo com o estudo do Dieese, realizado com base em dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o Pará comercializou em janeiro a terceira gasolina mais cara da região Norte e a 12ª mais cara do Brasil. O balanço identificou que a gasolina no estado foi comercializada no dezembro em média a R$ 4,66, com valor mínimo de R$ 4,09 e máximo R$ 5,50. Em janeiro, o preço médio foi de R$ 4,67, com menor preço registrado em R$ 4,09 e o maior a R$ 5,50.

Na capital paraense, o preço médio da gasolina em janeiro foi de R$ 4,56, com preços variando entre R$4,380 e R$4,799. No Pará, a cidade que registrou o preço da gasolina mais alto foi Parauapebas, com valor médio de R$5,195, seguido dos municípios de Redenção, Abaetetuba, Altamira, Conceição do Araguaia, Alenquer e Xinguara. Em janeiro, a Petrobras reduziu o preço da gasolina em refinarias em mais de 7%, mas essa redução não chegou aos consumidores do Pará.

Os estados que apresentaram a média de preço do litro de gasolina mais caros do país foram o Rio de Janeiro, seguido do Acre, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Tocantins.

(G1/PA)

Jovem morre após ser esfaqueado em Pacajá

Edson Moreira de Jesus Júnior, de 20 anos foi esfaqueado por volta de 6 horas da manhã, de domingo (01). segundo informações da Polícia Civil, o jovem teria se desentendido com outra pessoa em um bar que fica localizado no centro da cidade de pacajá, município distante 220 quilômetros de altamira.

O suspeito teria desferido vários golpes de faca na vítima. Testemunhas acionaram a polícia através do 190. Edson ainda foi atendido pelo samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A Polícia Militar fez buscas pela vicinal portel, por onde o suspeito teria fugido em uma moto, mas não encontrou o criminoso. A polícia civil segue investigando o caso. Nas redes sociais, muitas pessoas que conheciam edson postaram mensagens, o jovem era natural de araguaína.

Criminosos roubam moto de família, são perseguidos e sofrem acidente

Tudo começou com um assalto. Segundo informações da Polícia Civil, a família que estava em uma motocicleta foi alvo de dois assaltantes que estavam armados com facas.

Eles estavam trafegando de motocicleta pela rua 10 do bairro paixão de Cristo quando os homens que estavam a pé se aproximaram e ameaçaram as vítimas. Além da motocicleta, os criminosos levaram também uma bolsa que estava com celulares.

A família pediu socorro e vizinhos ligaram para a polícia. Foi aí que começou a perseguição.

O fato aconteceu por volta 22 horas da noite da última sexta-feira (28). O corpo de bombeiros socorreu os suspeitos, com eles foi encontrada a bolsa com os celulares. Um deles foi para a unidade de pronto atendimento – UPA, e o outro para o Hospital Regional Público da Transamazônica.

Homem sofre tentativa de homicídio em Altamira

Um homem foi vítima de tentativa de homicídio. Segundo informações, ele estava esperando para ser atendido em um salão no bairro Paixão de Cristo, quando foi alvejado. O crime aconteceu na manhã de ontem (01).

Testemunhas afirmaram que o homem estava esperando para cortar o cabelo na travessa são Raimundo. Dois homens chegaram e efetuaram cerca de 4 disparos.

Apesar de tantas pessoas no salão, os criminosos não se intimidaram. A vítima foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Geral do Mutirão em estado grave. Segundo peritos, um dos tiros atingiu o tórax e outro o braço do homem.

Uma testemunha contou que a vítima já foi ao local outras vezes e que dizia trabalhar em uma fazenda da região.

 

Mulher é assassinada em Brasil Novo

O crime chocou a população de Brasil Novo. O homicídio teria acontecido durante a madrugada de sexta-feira (28) para sábado. Andréa Melo da Silva foi encontrada morta em um bar.

Segundo informações, o pai de Andréa teria tentado entrar em contato com ela, mas não conseguiu resposta. Ele acionou a Polícia Civil e quando chegou ao local encontrou o corpo de Andréa em cima de uma cama, com sinais de sufocamento. A polícia acionou o centro de perícias Renato Chaves que fez a remoção do corpo.

Imagens das câmeras de um hotel, que fica próximo ao bar, será parte da investigação da Polícia Civil para saber quem entrou e quem saiu do estabelecimento no dia em que Andréa foi assassinada.

 

Duas pessoas morrem após colisão na Transamazônica

De um lado um casal que estava em uma motocicleta Fan, cor vinho. Do outro um homem que estava em uma biz vermelha. As Duas motocicletas colidiram no perímetro urbano da rodovia Transamazônica. Os dois homens morreram. A polícia foi a primeira a chegar até o local e informou que os envolvidos vinham em sentido contrário na via. Um dos condutores morreu ainda no local.

Com a colisão, as motocicletas ficaram destruídas, o Demutran isolou o local do acidente até a chegada do corpo de bombeiros. Em registros feitos por celular, é possível ver a aglomeração de pessoas tentando ajudar o casal, que estava em uma das motos. O Centro de Perícias Renato Chaves fez a remoção do corpo, de uma das vítimas.

A outra vítima foi Jessé Bucioli, ele foi encaminhado para o Hospital Regional Público da Transamazônica em estado grave, mas não resistiu e morreu. A mulher foi identificada como Maria Leya Lopes.

Um dos capacetes estava identificado com o nome Luis Xipaia, mas os peritos não souberam informar a quem realmente pertence.

Jessé trabalhava em um laboratório da faculdade de medicina da Universidade Federal do Pará em Altamira. Os dois se casaram em setembro do ano passado.