Jornal britânico elege álbum de Dona Onete como um dos melhores do ano

Pela terceira vez em uma lista internacional, o álbum “Rebujo”, de Dona Onete, foi escolhido como um dos melhores do ano. No jornal britânico “The Sunday Times”, o álbum entrou na lista como o melhor na categoria World Music, que se refere à música tradicional de uma cultura específica.

O jornal considerou o álbum “a versão mais dançante do ano, independentemente da categoria”.

Há três meses, os júris técnicos de duas listas especializadas World Music Chart Europe (WMCE) e da Transglobal World Music Chart (TWMC) consideraram o álbum o melhor de setembro na categoria dos artistas ‘world music’ (música mundial – em tradução livre).

(Diário Online)

Comprou na Black Friday? Conheça os direitos do consumidor

Realizada oficialmente na última sexta-feira (29), a Black Friday —maior liquidação do varejo no país— deixou comércio e consumidores em polvorosa.

Com o empurrãozinho da grana do 13º salário, da liberação dos saques imediatos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e da restituição dos últimos lotes do Imposto de Renda, o brasileiro pode ter ficado mais tentado a comprar.

Lojas e marcas não ficaram de fora e ainda é comum ver promoções no período pós-Black-Friday. Com toda essa animação, é preciso cuidado para não cair em propagandas falsas, sobretudo na internet.

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) determina regras para quem fez compras online, por telefone ou a domicílio e se arrependeu.

‘O direito de arrependimento diz que o comprador pode desistir do contrato em até sete dias corridos a partir da sua assinatura ou do recebimento do produto”, explica Fernando Capez, diretor do Procon-SP.

Segundo ele, em casos como esses, o consumidor tem direito de receber de volta o valor do produto, do frete e da postagem de envio de volta da mercadoria.

“Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido.”
A regra, esclarece, só não vale para compras feitas diretamente nas lojas físicas.

“Para compras online, as empresas devem seguir a norma. Caso isso não aconteça, o consumidor pode fazer uma reclamação em um dos canais do Procon.”

Sites internacionais

O Código de Defesa do Consumidor é abrangente, mas está limitado ao território nacional. Com isso, o consumidor deve ter cuidados com sites de fora que cumprem a exigência de ter a descrição do produto em português, levando o comprador a achar que se trata de um portal brasileiro.

“Se houver problema com a entrega ou com a mercadoria e o site não for brasileiro e não cumprir as políticas de troca, não é possível obrigá-lo a cumprir as nossas leis”, explica Capez.

Por isso, ele reforça a necessidade de se preferir fornecedores renomados ou recomendados por amigos e familiares e de se procurar no site a identificação da loja (com dados como razão social, CNPJ, telefone e outras formas de contato).

“Uma boa dica é colocar no Google Maps o endereço informado no site e checar se ele parece, minimamente, verdadeiro”, diz.

Mão no bolso e na consciência

Ricardo Hiraki Maila, consultor de finanças pessoais da Plano Consultoria, explica que, antes de se pensar em sair às compras, é preciso se fazer alguns questionamentos.

“Pergunte-se: estou fechando o mês no vermelho? Não estou investindo meu dinheiro? Tenho dívidas? Se sua resposta foi sim para algum desses itens, não é o momento ideal de gastar.”

Para o especialista, a prioridade deve ser sempre quitar dívidas, controlar o orçamento, investir e, por fim, “investir mais”, abrindo possibilidade para o aumento de gastos variáveis, com moderação.

“Às vezes, você nem está precisando daquele produto. Pode ser que você fique com vontade de comprar simplesmente porque o preço está mais atrativo, e não pela necessidade. Use datas e descontos como aliados do seu orçamento, e não inimigos”, aconselha.

(Uol)

Santa Casa do Pará já dispõe de 100 leitos de UTI para pacientes do SUS

O Hospital Santa Casa do Pará, está com dez novos leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). A estrutura, instalada no prédio centenário da Santa Casa, passa a receber pacientes a partir da próxima quinta-feira (5). As vagas já constam da Central Regional de Regulação, ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Com o acréscimo dos leitos, destinados a pacientes adultos, a Santa Casa passa a dispor, já neste ano, de 100 leitos de UTIs, incluindo 60 de neonatologia, 20 de pediatria e dez para atendimento cirúrgico e clínico, destinados a pacientes do SUS. Os dez leitos que eram ocupados pela UTI Adulto, no 1º andar do prédio novo, agora passam a receber exclusivamente pacientes da maternidade. Até o momento, em todo o Estado somente a Santa Casa, na rede pública, oferece este serviço diretamente.

Reconhecimento

O governador Helder Barbalho enalteceu o trabalho dos servidores e da equipe médica da Fundação Santa Casa, instituição gestora do hospital. “Cumprem papel extraordinário de cuidar dos que chegam, dos nossos bebês e das mães. Estou feliz por ampliar os serviços aqui existentes, no intuito de cumprirmos nossa missão de cuidar daqueles que recorrem a um hospital fundamental para a vida dos paraenses”, declarou.

Cada unidade é identificada não apenas por um número, mas também por palavras de estímulo à recuperação dos pacientes e apoio aos familiares, como “amor”, “fé”, “força” etc. Mérito da equipe de direção assistencial do hospital, que apresentou a ideia, imediatamente aceita pela gestão.

“É fundamental que consigamos conciliar a complexidade do tratamento à humanização, para que o cuidado seja com a saúde do corpo e também com a saúde mental, para garantir o tratamento mais exitoso possível”, destacou Helder Barbalho.

Reforço

O presidente da Fundação Santa Casa do Pará, Bruno Carmona, destacou a importância das novas vagas. “Conseguimos essa ampliação graças a uma parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e entregamos os leitos já totalmente habilitados junto ao SUS”, informou.

A criação de uma UTI exclusiva na maternidade, segundo o gestor, cumpre uma meta do governo do Estado relacionada à redução da mortalidade materna no Pará. “Em paralelo, esses novos leitos garantem celeridade e retaguarda para tratamentos cirúrgicos de grande porte e atendimentos que exigem a Terapia Intensiva”, reforçou. O treinamento da equipe responsável pelos novos leitos, um aporte do quadro de servidores do Hospital Regional Abelardo Santos, será concluído até quinta-feira.

Durante a visita, Helder Barbalho cumprimentou a primeira paciente pediátrica a passar por um transplante no hospital. A criança, de 11 anos, recebeu um rim da mãe no último dia 19 de novembro, e ambas passam bem.

(Agência Pará)

Conselho de enfermagem realiza seminário de nefrologia em Belém

Mais de 700 (setecentas) pessoas, dentre profissionais de enfermagem e estudantes, participaram do evento que teve como objetivo principal discutir sobre temas que envolvem a prevenção, promoção e recuperação da saúde do paciente renal.

Para a presidente do Coren-PA, Danielle Cruz, “a melhoria da qualidade da assistência perpassa pela atualização de conhecimentos técnicos científicos. E é pensando em compartilhar e propagar conhecimentos que o Coren-PA realiza mais um evento científico”.

Diversas autoridades da saúde e de ensino estiveram presentes na cerimônia de abertura. Dentre os assuntos debatidos podemos destaca-se: Humanização do cuidado de enfermagem ao paciente em hemodiálise; Manuseio seguro do acesso vascular; Por que é importante a implementação do processo de enfermagem nos serviços da diálise?; A diálise peritoneal na vivência do cuidador familiar e Saúde dos profissionais de enfermagem que trabalham nos serviços de hemodiálise.

“Foram dois dias intensos de aprimoramento técnico-cientifico, para uma prática profissional cada vez mais de qualidade.”, destacou a presidente do Coren-PA.

No encerramento além do sorteio de brindes, cursos de APH e de Eletrocardiograma, foi anunciada a abertura das inscrições para o VIII Encontro de Enfermeiros Responsáveis Técnicos

Colisão entre motos deixa três feridos na rodovia Transamazônica

Um acidente foi registrado por volta das 19h30 do domingo (01) envolvendo duas motocicletas. Em vídeos, feitos por celular, é possível ver uma das vítimas recebendo atendimento. Após a batida os veículos caíram a alguns metros do local.

Segundo o Demutran, que atendeu a ocorrência e ouviu testemunhas, o casal, que vinha do bairro São Domingos, teria atravessado a rodovia Transamazônica na contramão, atingindo a condutora que descia pela via.

Segundo informações dos agentes, o casal não apresentou o documento e a habilitação e quando chegaram o veículo não estava mais no local. A mulher teve o dedo amputado e ferimentos em uma das mãos. O condutor da outra moto teve fratura em uma das pernas e um corte na cabeça, e a garupa escoriações. Todos foram conduzidos a unidade de pronto atendimento.

Veja as imagens na reportagem completa.

Polícia Militar apreende quase 300kg de maconha em Novo Repartimento

O entorpecente estava em sacos de fibra, na carroceria de uma caminhonete. A apreensão foi feita pela Polícia Militar de novo Repartimento. Segundo informações, a guarnição realizava rondas na rodovia Transamazônica, próximo a vila Bom Jardim durante a madrugada da última sexta-feira (29), quando abordou o veículo.

Durante a revista, os policiais encontraram 298kg e 100 gramas de maconha, que seria levada para Santarém. Duas pessoas que estavam no veículo chegaram a oferecer o valor de R$200 mil aos policiais.

José Pereira Vitor Filho e Raimundo Nonato Silva e Silva, foram presos em flagrante e encaminhados junto com o material apreendido para a delegacia da cidade, onde foi constatado que havia um mandado de prisão contra Raimundo. Na última quinta-feira outra carga de drogas foi apreendida pela polícia, no município de Medicilândia, após uma denúncia anônima, o entorpecente estava escondido no assoalho de um micro-ônibus.

Filas irritam usuários de lotérica em Pacajá

Na casa lotérica de Pacajá a cena se repete diariamente: fila e mais fila. Isso vem tirando o sono de quem precisa da única agência disponível no município para fazer transações bancárias.

O município, com quase 47 mil habitantes, conta apenas com uma casa lotérica onde são realizados pagamentos de benefícios sociais, aposentadorias, além das apostas. O prédio tem três caixas, mas um deles está quebrado e precisando de manutenção há mais de seis meses, e até agora a caixa não providenciou a substituição dos equipamentos .

O problema se agrava porque apenas a casa lotérica faz os pagamentos dos programas sociais e, além dos moradores da cidade, os agricultores também buscam a agência. Sem ter a quem recorrer, os moradores ficam do lado de fora do prédio em pé, faça chuva ou faça sol, esperando a hora para serem atendidos.

A responsável pela casa lotérica informou que já solicitou a substituição dos equipamentos, mas segundo ela a iniciativa não depende apenas de quem gerencia a agência. A empresária que gerencia a lotérica afirma lamentar a situação e informou que há dois meses chegou a receber uma ligação da caixa, mas nada foi resolvido.

Policiais afastados por suposto abuso de autoridade denunciados pela PF retornam ao cargo

O delegado de Policia Civil César Macedo Faustino, o PM Jânio Jean Viana Santos e o policial civil João César Huzyk podem voltar ao cargo, em decisão proferida pela juíza Federal da 1º região ,Sandra Maria Correia a Silva, nesta sexta-feira (29), a volta ao cargo até que o processo seja concluso, determinou.

A decisão ainda não foi publicada – segundo o Advogado Dr Davi de Paula Leite que defende o Policial João Cesar Huzyk , a justiça acatou os pontos da defesa em audiência desta sexta-feira (29), reiterando ao cargo.

Denuncia da PF

O Ministério Público Federal (MPF) no Pará denunciou policiais que atuam em Novo Progresso (sudoeste do estado) por abuso de autoridade, cárcere privado, denunciação caluniosa e divulgação de segredos. O abuso e os demais crimes foram cometidos na noite de 21 de de novembro de 2018, quando o delegado da cidade, Cesar Macedo Faustino, o policial civil João César Huzyk e o policial militar Jânio Jean Viana Santos abordaram e prenderam três agentes da Polícia Federal que estavam em missão de investigação na região.

Pelo abuso de autoridade, os policiais podem sofrer penas criminais, civis e administrativas, incluindo a perda dos cargos públicos. Pelo crime de cárcere privado, a pena prevista é de até três anos de prisão. Como medida cautelar, o MPF pediu que todos sejam suspensos do exercício da função pública e sejam proibidos de manter contatos com os agentes da PF que foram vítimas da arbitrariedade. A denúncia, que será apreciada pela Justiça Federal em Itaituba, assinala que o encarceramento para fins de identificação é totalmente vedado pelo ordenamento jurídico brasileiro.

Entenda o Caso

Na noite do dia 21/11, os agentes federais que estavam a serviço na cidade, foram abordados pelo PM Jânio Jean, quando se dirigiam para jantar em uma pizzaria. Visivelmente alcoolizado, o policial ameaçou chamar outras viaturas enquanto exigia que o carro da PF fosse retirado da via pública. O carro foi estacionado e mesmo assim, alguns minutos depois, duas viaturas chegaram ao local e nove policiais, de armas em punho, entraram no restaurante.

O policial civil João César Huzyk, com mais oito PMs, abordou os agentes federais aos gritos, ordenando que eles levantassem as mãos, no meio do restaurante lotado. Pedindo calma, os servidores da PF disseram se tratar de um equívoco e tentaram comprovar sua condição de policiais, mas os responsáveis pela abordagem insistiram em algemá-los, recolher suas armas e identificações funcionais e conduzi-los à delegacia.

Na delegacia da cidade, o delegado de polícia Cesar Macedo Faustino prosseguiu com as arbitrariedades, ordenando o recolhimento dos agentes a uma cela. Mesmo com os insistentes pedidos para que fossem feitas ligações para a sede da corporação em Belém ou mesmo para a delegacia de polícia civil em Itaituba, os agentes permaneceram detidos até a madrugada do dia 22 de novembro de 2018. Acusados de estarem bêbados, tiveram de realizar exames de corpo de delito e alcoolemia que constataram que eles não tinham ingerido álcool e tinham lesões nos punhos por causa das algemas.

No dia seguinte, um jornal da cidade publicou fotos das carteiras funcionais dos agentes da PF que, para o MPF, só podem ter sido fornecidas pelo delegado Cesar Macedo, uma vez que ele estava de posse dos documentos. De acordo com a denúncia criminal, os três policiais responsáveis pelo episódio deverão responder por abuso de autoridade e cárcere privado. O PM Jânio Jean deve responder ainda por denunciação caluniosa e o delegado Cesar Macedo Faustino deve ser julgado também por divulgação de segredo, por ter mandado ao jornal as identificações funcionais dos agentes.

(Folha do Progresso)

Centenas de pessoas participam de corrida de rua em Altamira

Antes de percorrer o trajeto, uma alongada e exercícios para deixar o corpo preparado para mais um edição da corrida promovida pela Norte Energia. Pelo menos 800 pessoas se inscreveram, segundo a organização.

O ponto de largada e chegada é a orla do cais e muitos ficaram ansiosos para dar início a corrida. A Cirene é o alerta que está todo mundo liberado para correr atrás de um lugar no pódio.

A corrida teve duas categorias: masculino e feminino, divididos em 5km e 10 km. Muita gente fazendo da corrida uma prática diária de esporte.

Durante o trajeto tiveram as pessoas que chegavam cansadas, outras vinham animadas, mas todas cruzaram a linha de chegada. É o caso da primeira colocada na corrida de dez quilômetros, Gleice Oliveira. É a segunda vez que ela leva a medalha.

Já no masculino, quem subiu ao palco para receber a medalha de primeiro colocado foi o Arlindo Lisboa.


Confira como foi na reportagem completa.