Vereadores fiscalizam obras em Vitória do Xingu e Altamira

A construção do Complexo Penitenciário em Vitória Do Xingu é uma das compensações pelos impactos da construção da Usina hidrelétrica Belo Monte. A obra que deveria ter sido entregue em 2016, foi a primeira visita da comissão de vereadores da Câmara Municipal de Altamira. Os parlamentares cobraram a conclusão do complexo que irá desafogar as unidades prisionais da região.

Em seguida, a comissão, acompanhada de representantes da Norte Energia, seguiu até a Coordenação de Saneamento de Altamira – Cosalt, onde está sendo construído uma estação modular de tratamento de água. O novo modelo de tratamento deve ampliar a distribuição até as residências, além de diminuir os gastos no trato da água.

A visita foi uma solicitação da Câmara à empresa Norte Energia. Os vereadores acompanham o andamento dos trabalhos executados. A comissão reforça que é preciso cobrar celeridade e transparência nas obras que devem beneficiar a população.

Veja a reportagem completa.

(Karine Weil)

Exército reforma escola em comunidade na Gleba Assurini

A fachada da escola recebe os últimos reparos na pintura. A obra faz parte da ação cívico social do 51 Batalhão de Infantaria de Selva do exército em Altamira, que está reformando a unidade de ensino da Comunidade Sol Nascente, localizada na Gleba Assurini, a aproximadamente 38 km da sede do município.

Todo material para a reforma foi disponibilizado pela prefeitura de Altamira. Para o vice-prefeito do município, Joel Mendes, a parceria contribui para que comunidades rurais sejam beneficiadas com ações que levam lições também de educação ambiental.

O projeto contou ainda com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Semat e Força Nacional e ofereceu diversos serviços à comunidade dentro da escola, como palestras educativas, corte de cabelo, aferição de pressão arterial e consulta médica. A dona de casa Fabiana Pereira, aproveitou e levou os filhos para passar por atendimento com médicos do exército.

A ação aconteceu na Gleba Assurini (Foto: José Ribamar)

A ação conjunta deixou a pequena Comunidade Sol Nascente movimentada, trouxe aprendizagem e um novo olhar para quem mora no local, principalmente aos estudantes da escola e anexos.

A professora Reginete Lemos, de um dos anexos da escola, diz que o momento é único e que toda a comunidade escolar foi beneficiada. Uma oportunidade também para que os alunos conheçam um pouco mais da missão do exército brasileiro. “Sempre ensinamos o que é cidadania e hoje eles tiveram um exemplo disso”, declarou.

Simbolizando a ação feita na escola, uma árvore foi plantada no pátio da unida de ensino pelo comandante do 51 BIS, o coronel Corbari, o vice-prefeito, e o diretor da escola, Valdeci Teixeira. Lembrando que a preservação é dever de toda a comunidade e que o futuro da floresta está nas mãos da juventude.

Verde Brasil

A presença do Exército, da Polícia Militar e da Força Nacional faz parte da Operação Verde Brasil que atua desde o dia 23 de agosto no combate a queimadas na Amazônia, após decreto presidencial.

Segundo o comandante, a operação na região segue até dia 24 de setembro podendo ser prorrogada.

(Paulo Henrique Oliveira)

Concurso municipal: após alteração, edital para escolha da banca está disponível

Após a alteração feita no edital para a escolha da banca realizadora do concurso público municipal, o edital foi publicado novamente nesta quinta-feira (05). A solicitação foi feita pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCO, e publicado pela prefeitura de Altamira.

De acordo com o secretário de administração, Rodrig Rizzi, o prazo para as empresas interessadas no certame se apresentarem é até o dia 22 de outubro. Em seguida, se dará início às próximas fases do concurso. A realização das provas está prevista até o fim do ano.

Latrocínio: homem invade residência, tenta abusar de mulher e mata morador

Vítima e vizinhos estariam bebendo quando um homem, descrito como moreno e alto, entrou na casa durante a madrugada na rua B no loteamento Buriti.

Segundo relatos, o suspeito que estaria em uma moto branca, deixou o veículo na rua de baixo e seguiu a pé por dentro dos quintais. Ele aproveitou que a portão estava aberto e anunciou o assalto pedindo cordões, alianças e outros pertences das vítimas.

Na hora do crime cinco pessoas bebiam na área da casa. A vizinha que estava dentro da residência quando o criminoso segurou a proprietária, tentou ajudar e foi agredida com uma coronhada na cabeça.
Depois de entregar todos os bens, o criminoso levou a esposa da vítima para o quarto. Com os gritos da mulher o marido com medo de que ela fosse abusada, reagiu.

O assaltante efetuou pelo menos dois disparos de arma de fogo que atingiram as costas de José Trindade de Assunção, de 48 anos. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A polícia continua procurando o suspeito que ainda levou das vítimas R$200.

Dia da Amazônia: região sofre com queimadas e desmatamento desenfreado

Nove estados brasileiros fazem parte da Amazônia Legal. Uma diversidade sem tamanho na fauna e flora brasileira. Uma imensidão de floresta, riquezas naturais que há anos vem deixando de chamar atenção pelo tamanho da biodiversidade, pelo perigo que surge com o desmatamento e queimadas na região.

Desde o início do semestre a região vem sendo alvo da operação Verde Brasil, do governo federal, que autoriza a emprego das forças armadas na tentativa de diminuir os números alarmantes de focos de incêndios e de áreas da floresta que vem sendo desmatada, na maioria dos casos, ilegalmente.

A Amazônia Legal possui 5 milhões de quilômetros quadrados e abrange 60% do território brasileiro. 775 municípios fazem parte dessa região que é a mais desejada do mundo.

Dentro do contexto amazônico, Altamira é o maior município brasileiro, que em 2019, alcançou um status que nenhum outro município quer: o que mais desmata na região.

Para se ter uma ideia, entre 2013 e 2018, foram desmatados quase 2.000 km2, o que representa 5,43% de toda destruição da floresta amazônica. Uma área do tamanho da cidade de São Paulo.