Guardas Municipais são presos por integrar grupo de extermínio no PA

Os dezenove guardas municipais presos nesta terça-feira (20) durante a Operação Modelo são suspeitos de formarem um grupo de extermínio em Castanhal, cidade do nordeste do Pará distante 76 km de Belém. De acordo com o delegado-geral Alberto Teixeira, o grupo tinha como objetivo realizar uma “limpeza social” no município e nas cidades vizinhas.

“As investigações nos levam a tese de que era um grupo de extermínio. Eles defendiam uma espécie de ‘limpeza social’ no local. Pessoas que tinham envolvimento com a criminalidade eram exterminadas. Apesar disso, o grupo não caracteriza uma milícia”, afirmou o delegado.

A Operação Modelo investiga casos de homicídio na região nordeste do estado. De acordo com a polícia durante a operação 54 mandados de Justiça foram cumpridos, sendo 35 de busca e apreensão e 19 de prisão. Uma guarda municipal de Castanhal está foragido.

De acordo com Alberto Teixeira, um dos presos na operação é o atual comandante da guarda municipal de Castanhal. “Infelizmente se trata de um agente público. As investigações nos levam a crer que ele estava ligado as ações, dando suporte aos casos. Ele também tem responsabilidade na autoria”, explicou o delegado.

Além das prisões, a polícia apreendeu munições, armas, computadores, celulares, HDs e duas granadas. Todo o material será periciado ajudará a investigar outros casos de homicídio na região.

Em nota, a Prefeitura de Castanhal informou que não foi notificada formalmente da operação e por isso não vai se manifestar.

Veja a lista dos 19 presos:

1 Rodrigo Cunha Valente
2 Anderson Boaventura da Silva
3 Wangles Leite Tavares
4 Danilo da Costa Garcia 
5 Ewerton Paulo Rodrigues da Silva
6 Samuel Piedade Barbosa
7 Alexandre Farias de Novaes
8 Adailson da Silva Oliveira
9 João Luiz Silva de Castro
10 Thiago Silva Ribeiro
11 Darlei Lima de Moura
12 Elias Fabiano de Carvalho Gomes
13 Ricardo Benedito Lameira Junior
14 Raimundo Mailson Pereira Couto
15 Wagner Wanzeller Evangelista
16 Ronieri Ferreira Bezerra
17 Carlos Augusto Rufino da Silva
18 Jose Marinaldo Luiz da Silva
19 Tarcízio Alves de Oliveira

(Com informações G1)

Escola na Gleba Assurini ganha reforma e ampliação

A escola nova vida atende atualmente 180 crianças na comunidade Quatro Bocas. Ela passa por reforma e ampliação. A obra que iniciou em maio deste ano está em andamento, novas salas e banheiros estão sendo construídos. Uma demanda antiga, que agora foi atendida. De acordo com o diretor quem ganha é a comunidade escolar. “De grande importância para toda comunidade. Vai melhorar a estrutura da escola, o ambiente escolar terá qualidade”, declarou Raimundo Edmison Sousa.

Com a reforma e ampliação a escola que aumentar a demanda de vagas do jardim I ao 9ºano, do ensino fundamental. E ainda estuda a possibilidade de fazer um convênio para oferecer também o ensino médio. Uma medida para facilitar a continuação dos estudos na roça e também evitar o êxodo rural, já que muitas famílias acabam migrando das propriedades rurais até a cidade, em busca da conclusão dos estudos. “Todo revitalizado, reformado e ampliado, para atender melhor a demanda e pensando numa parceria com o estado para o ano que vem ofertar ensino médio”, explicou o secretario Roni Heck.

O secretário afirmou ainda que outras escolas na comunidade também recebem melhorias.

Veja reportagem completa.

Unidade móvel de saúde chega em Altamira e faz exames de prevenção

Seu Elizeu Martin tem 54 anos e aproveitou a chegada da carreta da saúde para fazer exames e se cuidar. “Aproveitar a oportunidade, passar com médico, fazer um check-up e tendo a oportunidade de fazer o PSA [Antígeno Prostático Específico] que eu já não fazia a algum tempo”, contou.

Como ele, outras centenas de pessoas chegaram cedo no Centro de Eventos de Altamira em buscas dos serviços ambulatoriais oferecidos pelo projeto do Hospital de Amor de Barretos, que trouxe uma carreta para o atendimento na cidade. O projeto é coordenado na cidade pelo Lyons Club e tem parceria com a Secretaria Municipal De Saúde.

Além dos exames específicos para quem tem suspeita de câncer, a odontologia teve uma grande procura. Os profissionais foram cedidos pela secretaria de saúde.

Esse é o segundo ano que o hospital de amor oferece esses serviços em Altamira. “Para chegar até um hospital que fosse cuidar de câncer era um sacrifício. Hoje não, hoje tem a facilidade, temos pessoas que nos procuram no diagnostico na mão e já encaminhamos pra Barreto”, conta a coordenadora do projeto no município, Jandira Carneiro.

Segundo a coordenação da unidade móvel, o veículo representa os atendimentos que acontecem em Barretos. “Representamos com a carreta o hospital a longa distância”, disse Suelen Tesoni.

Os atendimentos encerram nesta terça-feira (20).

PRF apreende caminhão com gado em Altamira

Foi durante uma operação de rotina da Polícia Rodoviária Federal que um caminhão com pelo menos 95 animais foi apreendido quando tentava passar pela barreira da PRF, em Altamira. Os agentes fizeram a apreensão do veículo por ele estar acima dos 4,4 metros para transporte de carga.

Após a apreensão do caminhão, a PRF acionou a Adepará, agência de defesa agropecuária do Pará, para dar continuidade no registro da ocorrência, já que a carga não possuía a documentação necessária para o transporte dos bois.

Com o veículo acima da altura permita coloca-se em risco a carga e também a integridade física do veículo, ainda mais em rodovias de grande fluxo, como é o caso da Transamazônica.

Os bois que estavam sendo transportados foram levados pela Adepará para uma área de fazenda para que recebessem os cuidados necessários até que a documentação seja regularizada pelo dono da carga.

(Denilton Resque)

APA Triunfo Xingu: unidade de conservação sofre com desmatamento

Com quase dois milhões de área de preservação, a APA, Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu abrange os municípios de Altamira, no sudoeste paraense e São Félix do Xingu, no sudeste.

Mas nos últimos anos, essa unidade de conservação vem sofrendo avanços de imóveis particulares. Foi o que apontou um levantamento inicial realizado pela equipe técnica da Secretaria de Estado e Meio Ambiente e Sustentabilidade.

O Instituto de Terras do Pará, apontou que existem pelo menos 2.328 imóveis cadastrados dentro da unidade de conservação.

A APA Triunfo do Xingu tem uma extensão de quase 35% do total de área de conservação (34,64%) em Altamira. Já o município de São Félix do Xingu abrange 65,36%. A unidade de conservação é uma das mais afetadas pelo desmatamento.

O secretário da Semas acredita que juntando forças e parcerias pode haver uma redução do desmatamento. Esse dado apresentado é uma das primeiras ações voltadas para a região que vem sendo um dos principais alvos do desmatamento ilegal no Pará. Ainda segundo o governo, a intenção é intensificar as fiscalizações.

Veja reportagem completa

Morador cobra melhorias em rua no bairro Brasília

Nazo da Silva mora com os sogros que são idosos. Ele reclama da falta de estrutura na rua Padre João no bairro Brasília. Na via há vários buracos que foram abertos pela antiga Geo Engenharia, uma empresa terceirizada que prestava serviços para a Norte Energia, desde então nada foi feito.

Ele relata que a sogra precisou ir ao hospital após passar mal e o taxista afirmou ter dificuldade para chegar até a casa deles por conta dos buracos.

Outra dificuldade é a falta de iluminação pública. Os postes da rua estão com as lâmpadas queimadas. A situação causa insegurança aos moradores que evitam sair à noite.

Em nota a prefeitura de altamira informou que a cidade passa por obras e que a rua citada na reportagem também está nesse cronograma. Já em relação à falta de iluminação pública, o departamento de iluminação pública – DIP, informou que os moradores desse ou de qualquer outro bairro, podem ir diretamente ao setor fazer a solicitação para que as lâmpadas queimadas possam ser trocadas. Uma equipe irá até a rua checar o problema.

Veja reportagem completa

Flix representa Altamira em sessão solene em Brasília

A homenagem aconteceu no plenário da Câmara dos Deputados em Brasília, Distrito Federal, nesta segunda-feira (19). A cultura amazônica foi representada pelos eventos culturais que acontecem no oeste do Pará. Dentre eles, o Sairé e o Festival de Cinema, que acontecem em Santarém. O festival das Tribos de Juriti, O mascarado Fobó Obdiense, de Óbidos. Além disso, Altamira foi representada com a festa Literária Internacional do Xingu – FLIX. O plenário virou palco de apresentações paraenses.

Estiveram presentes a coordenadora da Universidade Federal do Pará, Maria Ivonete Coutinho da Silva, que é a idealizadora da FLIX, Úrsula Vidal, secretária de cultura do estado do Pará, dentre outros secretários.

Durante a tarde foi realizada uma audiência pública com os presentes. Na ocasião foi lançado oficialmente o festival internacional de cinema de Alter do Chão. A solicitação partiu do membro da comissão de cultura da casa, deputado federal Airton Faleiro. Segundo a secretária de cultura, o evento é uma oportunidade de reforçar e aprofundar o conhecimento sobre as manifestações culturais. Além de incentivar o crescimento socioeconômico e cultural do povo amazônico.

Assista ao vídeo

Mamaço: Palestra orienta amamentação adequada

A hora do Mamaço acontece no mês denominado como “Agosto Dourado” que serve para orientar a mulher que amamenta. O espaço para a palestra ser realizada foi uma área livre da igreja São Domingos De Gusmão. “Estamos fazendo uma roda de conversa para explicar para mães e grávidas em relação a amamentação, para incentivar cada vez mais”, explicou a enfermeira Natália Rodrigues.

Aqui as mães trocam experiências entre elas e puderam ser orientadas por representantes do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS.

Uma fonoaudióloga também fez parte da série de palestra. “Essa sucção vai ajudar o bebê futuramente na fala. Amamentar é o primeiro exercício da criança. A criança que suga não terá problemas na fala, na mastigação”, explicou Ananda Souza.

A roda de conversa aconteceu em parceria com a Secretaria de Saúde de Altamira e contou ainda com um profissional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU.

Assista ao vídeo

Operação apreende caminhões com sobrecarga

Oito caminhões foram apreendidos em operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal em conjunto com o departamento nacional de infraestrutura e transporte, o DNIT. “Por parte da PRF o excesso é infração de trânsito. Em se tratando de sobrepeso, é feita a multa e todas medidas administrativas que advém nisso, e acabamos pegando outras coisas, como carga sem nota, e por aí vai”, explicou Jaison Silva.

Os agentes iniciaram a operação ainda na madrugada com a intenção de fiscalizar e controlar o excesso de peso do transporte de cargas na rodovia BR-230 em frente à portaria da Usina Hidrelétrica Belo Monte. “Na operação de hoje conseguimos com uma balança aferir o peso de cada carga apreendida”, contou o supervisor do DNIT, Paulo Roberto Fontes.

Os caminhões foram levados para a barreira da PRF em Altamira, onde os motoristas foram autuados por crime ambiental. Os veículos foram apreendidos por estarem transportando cargas acima do peso.

Assista ao vídeo

Bolsa Família começa a pagar R$ 2,6 bilhões para beneficiários

Mais de 13,8 milhões famílias começam a receber o benefício do Bolsa Família relativo ao mês de agosto nesta segunda-feira (19). De acordo com informações do Ministério da Cidadania, no total, mais de R$ 2,6 milhões estão sendo transferidos para as famílias pobres. O pagamento segue até o dia 30.

Estão aptas a receber o benefício famílias inscritas no Cadastro Único com uma renda mensal, por pessoa, de até oitenta e nove reais; ou de até cento e setenta e oito reais, no caso de núcleos familiares com crianças ou adolescentes de até dezessete anos.

Para receber o valor as famílias são obrigadas a manter as crianças na escola e a cumprir com o calendário de vacinação. O valor médio pago é de R$ 188 reais e 63 centavos.

O repasse é realizado de acordo com o Número de Inscrição Social, o NIS, impresso no cartão. Aqueles que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por três meses.

(Correio Braziliense)