Agente de trânsito é assassinado, em Altamira

O agente de trânsito Fabricio Desangelys Monteiro dos Santos foi morto a tiros na madrugada de sábado (17), em Altamira. De acordo com a polícia, ele estava indo para casa quando foi surpreendido pelos acusados e baleado pelas costas. Depois dos disparos, os suspeitos tentaram esconder a arma em um terreno baldio.

Fabricio chegou a ser encaminhado para o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), mas não resistiu aos ferimentos.

Uma discussão teria motivado o crime. Um dos suspeitos sacou um revólver calibre 22 e disparou três vezes contra a vítima.

Logo após o crime, uma guarnição da Polícia localizou o atirador, que foi preso em flagrante. Uma equipe de policiais segue em diligência para encontrar o segundo suspeito de envolvimento no crime.

Assista ao vídeo

Homem é morto no independente I

O tatuador Alessandro Alves de Gusmão foi assassinado na noite de domingo (18), na praça que fica ao lado da escola municipal Ulysses Guimarães, no bairro Independente I, em Altamira. A vítima tinha 24 anos.

Era por volta de 19h30 quando o crime aconteceu.  Segundo os moradores um homem vestido de bermuda e camisa foi visto saindo do local.  De acordo com o perito do IML, Manoel Correia, Alessandro foi atingindo por pelo menos 5 tiros.

Essa foi a segunda morte registrada no fim de semana em Altamira, a primeira vítima foi um agente de trânsito morto depois de uma briga com o vizinho que foi preso em flagrante. Já no caso de Alessandro, não há até agora nenhuma pista do atirador.

A polícia militar e a polícia civil estiveram no local e investigam o caso.

(Informações Karine Weil)