Vereadores aprovam indicações e projetos de melhorias

Na sessão do legislativo da última terça-feira (28), várias indicações foram aprovadas pelos vereadores. Uma delas foi de iniciativa da vereadora Irenilde Gomes em conjunto com os vereadores Loredan Mello e Raimundinho Aguiar, e sugere ao executivo a pavimentação da estrada que dá acesso ao balneário massanori, área rural do munícipio. Ela ressalta que a obra poderá beneficiar banhistas e também moradores da localidade. Lembrando que o local é uma das praias artificiais entregues como condicionante pela Norte Energia.  

O vereador João Roberto apresentou duas propostas. Uma delas sugere para que seja entregado um programa social para a realização de baile de debutantes para jovens de famílias de baixa renda. 

Outra indicação sugerida é que o executivo interceda junto ao governador do estado do para que seja feita a instalação de câmeras de monitoramento nos Rucs – Reassentamento Urbanos Coletivos, construídos em Altamira. A ideia é ajudar os órgãos de segurança na identificação de suspeitos. 

Raimundinho Aguiar agradeceu ao executivo pelas indicações atendidas. Ele também fez uma indicação voltada para o esporte, com a implantação de um programa de aulas de natação gratuita nas escolas da rede pública.

(Karine Weil)

Assista ao vídeo

Mais de 50% da população carcerária do Pará é composta por presos provisórios

Atualmente o sistema carcerário do Pará tem capacidade para receber 9.970 encarcerados, porém o estado possui 18.242 internos, o dobro da capacidade, além das 2.012 pessoas monitoradas por tornozeleiras eletrônicas.

Segundo especialistas mais da metade da população carcerária do estado é composta por presos provisórios. Para a Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, que acompanha a superlotação no sistema, esses presos tem o direito de esperar o julgamento em liberdade. Para o advogado Evander Fontenele, da comissão de direitos humanos, é preciso verificar cada caso.

                               De 1º de janeiro à 1º de abril deste ano, foram registradas 45 fugas. 

Outra situação que vem se tornando recorrente com a superlotação é o aumento do registro de fugas nas casas penais do estado. Segundo a superintendência do sistema penitenciário do Pará, Susipe, 84 pessoas escaparam das unidades prisionais em 2019 nos primeiros quatro meses.

De 1º de janeiro à 1º de abril deste ano, foram registradas 45 fugas. Menos da metade dos foragidos foi recapturada. Nos últimos três anos, o número de detentos fugitivos passou de 407 pra 646, um crescimento de quase 60%. A Susipe informou que trabalha e adota medidas para acabar com a superlotação.

Para especialistas, o monitoramento eletrônico de presos provisórios para o regime semiaberto pode abrir pelo menos três mil vagas no sistema prisional. Mas, mesmo que haja um aumento no número de vagas, o número de presos ainda deve continuar sendo superior. Para o advogado, o poder judiciário não está conseguindo analisar todos os casos devido ao volume de processos. “Umas das medidas que pode ser adotada é do mutirão carcerário”, explicou Fontenele.

A construção do complexo penitenciário do Xingu, uma das compensações pelos impactos causados pela usina Hidrelétrica Belo Monte, deve desafogar o Centro de Recuperação Regional de Altamira que atende onze municípios da região. A Norte Energia informou que as obras estão em andamento e serão concluídas em dezembro deste ano.

(Paulo Henrique Oliveira)

Hospital regional prove apresentação teatral referente ao maio amarelo

Nas mãos o personagem que interpreta a morte carrega placas de alerta sobre o que pode provocar um acidente, e no chão, a encenação de uma colisão entre motos com vítimas fatais. O teatro feito pelo departamento municipal de trânsito aconteceu no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) e proporcionou uma manhã de conscientização aos colaboradores. A ação faz parte do movimento maio amarelo que trata sobre a educação no trânsito e prevenção de acidentes. 

O funcionário edmilson Santana trabalha no hospital como eletricista. Ele ressalta que o teatro retrata cenas que acontecem todos os dias no trânsito e que a simulação traz o alerta sobre os perigos. 

O hospital abraçou a campanha proporcionando um momento importante para os funcionários, lembrando a importância da prevenção e atenção. O hospital recebe inúmeras pessoas vítimas de acidente de trânsito, que muitas vezes, poderiam ser evitados.

(Karine Weil)

Justiça emite 13 mandados de prisão, busca e apreensão em Altamira

A operação denominada Cronos II foi deflagrada em todo o país na manhã desta terça-feira (28). Em Altamira foram expedidos pela justiça pelo menos 13 mandados de prisão, busca e apreensão de pessoas acusadas de cometerem homicídios. Uma equipe da polícia civil realizou algumas diligencias pela cidade, mas ninguém foi preso.

Quatro das 13 pessoas estão cumprindo pena por outros crimes, a polícia esteve no Centro de Recuperação de Altamira para que os internos assinassem os documentos.

“Tinha mandados em aberto, indivíduos que já estavam presos por outros motivos. Eles sem mantem presos nos dois processos”, explicou o delegado Walison Damasceno.

A justiça expediu também mandados de busca e apreensão de dois adolescentes. “Os crimes focos dessa operação são crimes de homicídio, e no caso dos adolescentes foi ato infracional de latrocínio. Então já foram dados cumprimentos aos mandados e a justiça será notificada”, concluiu o delegado.

Assista ao vídeo

Em quatro meses, pequenos negócios criam quase 300 mil empregos

Os pequenos negócios voltaram a responder pela geração de novos empregos no mês de abril. Segundo levantamento feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), baseado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, esse segmento gerou, no mês passado, 93,7 mil postos de trabalho formais. O saldo foi quase três vezes maior que o gerado pelas média e grandes empresas e representou 72,3% do total de empregos gerados no país no mesmo período, que foi de 129,6 mil.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, os pequenos negócios abriram quase 300 mil novos empregos. As médias e grandes empresas (MGE) criaram apenas 20,3 mil novas vagas. Entretanto, o saldo de postos de trabalho gerados pelas micro e pequenas empresas (MPE), no primeiro quadrimestre deste ano, ainda está 14,4% abaixo do saldo gerado por elas no mesmo período do ano passado.

“A recuperação do emprego passa pela retomada da economia, que depende diretamente da retomada da confiança de investidores, da aprovação das reformas no Congresso Nacional”, analisa o presidente do Sebrae, Carlos Melles. “Os números mostram que o empreendedorismo está no sangue do povo brasileiro. Foram os pequenos negócios os grandes responsáveis pelo grande número de abertura de vagas no mercado de trabalho. E isso mesmo em tempos difíceis economicamente”, acrescenta.

Serviços

O levantamento do Sebrae apontou ainda que nos primeiros quatro meses do ano, as MPEs do setor de Serviços capitanearam a geração de empregos, com um saldo de 193 mil novos postos de trabalho, 69% do total de empregos gerados no período de 2019. As MPEs que atuam no comércio, porém, ainda continuam a registrar saldos negativos de vagas de trabalho no acumulado de 2019, o que significa que demitiram mais do que contrataram. Mesmo assim, ainda geraram 10,6 mil postos no mês passado.

Em todos os setores, as MPEs registraram saldos positivos de empregos gerados no mês de abril de 2019, mas foram os pequenos negócios do setor de Serviços que puxaram a geração de empregos, criando mais de 55 mil postos de trabalho, 3,6 vezes mais do que as MPEs da construção civil, segundo setor em que as micro e pequenas empresas mais empregaram nesse mês. Pelo levantamento, as médias e grandes empresas tiveram uma queda de 1.057 postos de trabalho neste segmento, enquanto os pequenos negócios abriram 15,1 mil vagas.

Estados

As micro e pequenas empresas do estado de São Paulo lideraram a geração de empregos no país em abril deste ano, respondendo pela criação de 29,3 mil postos de trabalho e foram acompanhadas pelas MPEs de Minas Gerais, com 14,7 mil empregos. Com isso, as MPEs da região Sudeste foram as que mais geraram postos de trabalho neste mês no país (52,9 mil empregos), seguidas pelos pequenos negócios da região Nordeste, que responderam pela geração de 17,8 mil empregos. Praticamente todos os estados do país tiveram saldo positivo, com exceção ao Rio Grande do Sul, que registrou mais demissões que contratações no segmento.

(Agência Brasil)

Estado começa a entregar mais de 7 mil cestas básicas a municípios atingidos pelas chuvas

O Governo do Pará, por meio da Defesa Civil Estadual, já começou a enviar, para nove municípios de diferentes regiões do Estado, mais de 7 mil cestas básicas, referentes à ajuda humanitária solicitada pelas prefeituras dos municípios que estão em situação de calamidade – a maioria por causa das fortes chuvas que atingiram o Pará nos últimos meses. O auxílio representa um investimento de mais de R$ 1,1 milhão do Governo do Estado.

Os municípios que receberão as cestas são: Pacajá, Curuçá, Santa Cruz do Arari, Itupiranga, Bom Jesus do Tocantins, São Geraldo do Araguaia, Nova Ipixuna, Monte Alegre e Belterra. As entregas, que serão realizadas pela Defesa Civil Estadual em parceria com as prefeituras locais, começaram nesta terça-feira (28) e prosseguem até 18 de junho.

Segundo o capitão bombeiro Bruno Freitas, chefe de Operações da Defesa Civil Estadual, os municípios beneficiados tiveram o reconhecimento, pelo Governo do Estado, da situação de desastre, todas em função de problemas decorrentes de fortes chuvas, como enxurradas e alagamentos. “As pessoas que vão receber a ajuda foram cadastradas pelas prefeituras locais, e a Defesa Civil Estadual vai até lá realizar a entrega”, informou.

No início de maio, a Defesa Civil Estadual também enviou a Bragança, município do nordeste paraense, 358 cestas básicas e 358 kits de higiene pessoal, para serem distribuídos a famílias atingidas pelas fortes chuvas.

Segundo a Defesa Civil local, mais de 40 mil pessoas foram, de alguma forma, prejudicadas pelos temporais, que provocaram inúmeros transtornos, como alagamentos, enchentes e interrupção da trafegabilidade nas estradas.

(Agência Pará – Elck Oliveira)

Central 0800 da Norte Energia passa funcionar 24h

A Norte Energia, empresa responsável pela Usina Hidrelétrica Belo Monte,ampliou o horário de funcionamento do seu atendimento telefônico gratuito.Agora o serviço disponível no número 0800 091 2810 opera 24 horas e sete dias por semana.

A mudança tem como objetivo melhor atender a população interessada em entrar em contato com a Norte Energia ou obter informações sobre o empreendimento localizado em Vitória do Xingu. Até então, o serviço 0800, implantado ainda em 2011, funcionava de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Além do serviço telefônico, a Central de Atendimento Belo Monte Aqui ainda conta com outros três canais de comunicação diretos com a população: dois Plantões Sociais dos Reassentamentos Urbanos Coletivos (RUCs) Jatobá e Laranjeiras, e o Núcleo de Comunicação situado na comunidade da Ressaca, na Volta Grande do Xingu. Um Plantão Social também será implantado no RUC Pedral, quando tiver início a ocupação do novo bairro.

Em quase oito anos de operação, entre junho de 2011 a dezembro de 2018, os canais de comunicação da Norte Energia já registraram cerca de 50 mil ligações – entre esclarecimento de dúvidas, solicitações e reclamações. Somente em 2018 foram mais de 11 mil atendimentos, dos quais 7.262 foram feitos pelo 0800.

No primeiro trimestre deste ano, por exemplo, a Central já realizou em torno de 1.300 atendimentos.

(Assessoria)