INSS autoriza pagamento do seguro defeso

Dinaldo Batista sempre viveu da pesca. Para trabalhadores como ele, o seguro defeso, benefício pago pelo governo aos pescadores artesanais de todo o país, é a garantia de que irão ter uma renda, durante o período em que são obrigados a paralisar suas atividades de pesca, devido à reprodução dos peixes.

Quatrocentos e cinquenta e dois mil pescadores foram beneficiados com o pagamento, outros 178 mil pedidos ainda estão em análise, principalmente pela falta de documentação. Em Altamira mais 300 de pescadores receberam o benefício.

Sorrindo, a pescadora Isabel Balão, que mora na ilha do jabuti, diz se sentir aliviada por já ter recebido o seguro, pois agora ela vai poder arcar com suas despesas de casa.

Novo cadastro contra fraude

No final do mês passado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governo federal gasta por ano R$ 2 bilhões com o seguro-defeso – compensação financeira paga a pescadores em época de reprodução de peixes – e que pelo menos 65% dos beneficiários ganharam o direito de forma fraudulenta.

“Há uma festa no seguro-defeso. Nós calculamos que 65%, ou seja, dois terços sejam fraudes. Tem gente que mora na costa do Brasil que nem sabe que a água do mar é salgada, mas recebe o seguro-defeso”, disse Bolsonaro durante transmissão ao vivo em suas redes sociais.

O presidente anunciou um recadastramento na Secretaria da Pesca, previsto para o fim de maio e disse que pessoas que insistirem em permanecer no cadastro de beneficiários sem ter direito poderão ser processadas por falsidade ideológica.

“Quem até lá, voluntariamente, sair do sistema, sem problema nenhum, tá anistiado. Quem teimar em ficar poderá receber um processo por falsidade ideológica, coisa que no fundo a gente não quer fazer. Isso é fraude, é desvio”, afirmou o presidente. “Quase R$ 2 bilhões por ano são desviados do seguro-defeso fraudulento.”

Assista ao vídeo

Tripulantes de aeronave que decolou de Altamira continuam desaparecidos

Após uma semana que o avião monomotor que decolou no último dia 28 de abril, de uma pista aqui de Altamira, o co-piloto Marcos Vinicius e mais dois tripulantes continuam desaparecidos. Até o momento, as únicas informações repassadas pelo pai de Vinicius, é que destroços de uma aeronave com as mesmas características foram encontrados no Suriname. De acordo com um blog de notícias, o corpo de um homem identificado como Ruy Fernandes de Freitas Carvalho, de 47 anos, estava próximo à aeronave.

Um boletim de ocorrência foi feito na delegacia de polícia civil, o delegado Fernando Marcolino está à frente das investigações. O pai do co-piloto ajuda a polícia com informações repassadas pela Salvaeredo de Manaus.

Foi aqui em uma área afastada da cidade, que funciona como aeroporto clandestino, que a aeronave monomotor decolou no último domingo, por volta das 07h30 da manhã. O destino seria para o estado de Rondônia.

O último contato aconteceu por celular, quando o responsável pela pista de pouso enviou uma mensagem para Alcindo, que foi lida às 4h22 da tarde da última segunda feira, 29 de abril. Desde então, não houve mais nenhum contato por parte dos tripulantes.

Assista ao vídeo

Estudantes são assaltados em plena luz do dia

Wanderson Feitosa Nunes de 26 anos foi preso, e um adolescente de 17 anos apreendido, logo após abordarem dois estudantes e levarem os celulares e as mochilas das vítimas, em frente à escola Ducila de Almeida, bairro Brasília.

Com os suspeitos a polícia militar encontrou um revólver de calibre 22. Os suspeitos utilizaram esta motocicleta durante a ação. Os militares chegaram até a dupla com a ajuda do NIOP.

As vítimas estiveram na delegacia para registrar o boletim de ocorrência. Os celulares foram devolvidos aos estudantes. O adolescente deve ser entregue aos responsáveis e Wanderson ficará detido e responderá pelo crime de assalto a mão armada e corrupção de menores.

Assista ao vídeo

Sesma realiza dia “D” da campanha de vacinação contra a gripe

Victor Hugo Albuquerque, a mãe e a avó foram até o posto de saúde do bairro Premem logo cedo para garantir a imunização. Apesar de ter levado uma agulhada, o pequeno garantiu que não doeu.

O dia “D” da campanha de vacinação aconteceu no último sábado (4). Todos os postinhos funcionaram normalmente para atender a população, porém, poucas pessoas estiveram presentes nos postos. Segundo dados da secretaria de saúde do estado do Pará, apenas 9% da população indicada para se vacinar procurou as unidades básicas de saúde no estado.

A meta é vacinar 32.958 pessoas. Até o momento, 13.521 doses foram aplicadas. A campanha se estende até o dia 31 deste mês, mas pode ser prorrogada.

Altamira foi um dos municípios que recebeu todas as vacinas da campanha e o processo de vacinação não será fracionado.

Assista ao vídeo

Altamira passa por infestação de caramujo africano

José Ribamar trabalha com hortifruti. O profissional se deparou recentemente com o caramujo africando que vem infestando o cultivo e destruindo a plantação.

Dados da união internacional para a conservação da natureza afirmam que, as espécies invasoras representam a segunda maior ameaça à biodiversidade em todo o planeta, só perdendo para os desmatamentos.

No brasil, o caramujo africano é um exemplo que traz impactos negativos para a natureza, a economia e também para a saúde humana.

Hoje a espécie está presente, além do distrito federal, em 23 dos 26 estados, incluindo a região amazônica e reservas ambientais. Os caramujos chegam até 10 centímetros, em média e causam muitos transtornos às comunidades das áreas afetadas.

Esse bicho se alimenta de hortaliças e plantas e a população deve ficar atenta, pois esse tipo de molusco pode transmitir doenças. Jessé Novaes é biólogo e está estudando a saúde na Amazônia. O profissional afirma que fará pesquisas na cidade para comprovar se esse tipo de molusco transmite alguma doença.

Caso você esteja com uma infestação na plantação, os profissionais orientam que a melhor opção é a catação manual com as mãos protegidas com luvas ou sacos plásticos. E podem ser realizados nas primeiras horas da manhã ou à noite, horários em que os caramujos estão mais ativos e é possível coletar a maior quantidade de exemplares.

Outras opções são jogar água fervente num recipiente para matar os caramujos recolhidos ou incinerar, desde que estes procedimentos sejam realizados com segurança. O material pode ser ensacado e descartado em lixo comum, mas é preciso quebrar as conchas para que elas não acumulem água e se transformem em focos de mosquitos.

Assista ao vídeo

Operação da polícia civil prende traficantes em Uruará

A operação de combate ao tráfico de drogas feita em parceria pelas polícias civil de Uruará e Altamira, prendeu em flagrante, no bairro Pimentolândia, zona sul de Uruará, o casal, Valdinei Fagundes da Silva e a sua esposa Ana Maria Diniz, por tráfico.

Duas equipes policiais de Altamira deram apoio no cumprimento de 4 mandados de prisão. Três pessoas foram presas. Valdinei Fagundes da Silva já vinha sendo monitorado. Segundo informações da polícia, ele mantinha o comércio de drogas em alguns bares da cidade.

O superintende Walison conta o que, após o casal ser preso, drogas e dinheiro foram encontrados na residência de Valdinei e Ana Maria.

Ainda durante a operação, a polícia também conseguiu realizar a prisão de um condenado, dando cumprimento a um mandado de prisão. E a polícia civil aproveitou para realizar outras ações no município.

Assista ao vídeo

Reajuste no preço do gás fica em 3,4% no Pará

Começou a valer a partir deste domingo (5), o aumento no preço do gás de cozinha anunciado pela Petrobrás na sexta-feira. A elevação foi de 3,4%. O preço da média nacional cobrado nas refinarias agora é de R$ 26,20 para o botijão de 13 quilos.

No pará, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), aponta que em média o preço do botijão do gás de cozinha estava sendo comercializado a R$ 75,80 com o menor preço a R$ 65,00 e o maior a R$ 100,00. Se este reajuste de 3,40% for repassado integralmente ao consumidor final paraense a tendência é de um impacto maior no orçamento de todos.

Segundo um ranking nacional o preço médio do botijão de gás comercializado no estado do Pará, fechou o mês de abril em média como o sexto mais caro entre os estados da região norte e o sétimo mais caro de todo o pais.

Ainda segundo Dieese, no mês de abril, entre os Municípios paraenses, Xinguara foi o município que em média comercializou o botijão de gás mais caro, custando R$ 96,00, seguido de Paragominas que em média comercializou ao custo de R$ 93,67, Redenção com o preço médio de R$ 90,00, Altamira com o preço médio de R$ 87,77, Itaituba com o preço médio de R$ 87,70 e Alenquer com o preço médio de R$ 86,25.

(Com informações G1)

Motocicleta furtada em Mocajuba é recuperada pela polícia

Com medo de represálias, o homem que estava com a moto não quis dar entrevista. Segundo informações que ele repassou a polícia quando foi abordado, o veículo foi vendido para ele por um agente do Detran – Departamento de Trânsito do estado do Pará.

A apreensão da moto aconteceu na manhã de sábado (4). O homem estava saindo para trabalhar quando foi abordado pelos policiais. A moto ficou apreendida na delegacia de polícia de Altamira e o condutor do veículo assinou apenas um termo circunstanciado de ocorrência e foi liberado.

PRF apreende caminhonete com registro de roubo em Altamira

A polícia rodoviária federal apreendeu um carro roubado durante o final de semana. Os policiais desconfiaram do veículo ao observar a placa de outro estado. Na verificação foi constatado o registro de roubo da caminhonete.

Quatro pessoas estavam no veículo no momento da abordagem. O motorista informou que pegou o carro emprestado no município de Xinguara, no Pará, porque a estrada encontra-se em péssimas condições.

A apreensão do veículo aconteceu na manhã do último sábado. Como de costume os policiais fizeram uma vistoria no interior do veículo. O motorista e os passageiros vieram para Altamira à trabalho. A polícia orienta que a população fique atenta quando comprar qualquer tipo de veículo usado.

O carro foi levado para a Polícia Federal. Ninguém foi detido. O dono do carro foi informado que o veículo foi recuperado.

Mulher é vítima de agressão em Vitória Do Xingu

A vítima, de 21 anos, estava com várias marcas de agressão pelo corpo. Ela contou à polícia que estava saindo de uma casa de festa no município de Vitória do Xingu quando eles a abordaram.

Ela estava com duas amigas que saíram correndo quando as agressões começaram. Eles estavam armados com uma pedra. Com a característica repassada pela vítima de um dos suspeitos, a polícia conseguiu chegar até Josivan de Castro Marques, de 21 anos. Em entrevista, Josivan confirmou que agrediu a vítima.

Ele foi preso em flagrante. Quando foi interrogado, entregou Marcos Saboia De Lima, de 27 anos que também estaria envolvido na agressão à vítima. Um adolescente de 17 anos foi apreendido. Para a polícia, a vítima contou que após cair não conseguiu ver mais nada. Ela foi encaminhada para o hospital de Vitória do Xingu.

Os suspeitos e o adolescente foram levados para a delegacia de polícia de Altamira. Os dois ficaram presos e vão responder por tentativa de roubo e lesão corporal.