Casa pega fogo na área da lagoa no bairro Independente I

O autônomo Dierce Silva, lembra com tristeza o que aconteceu. A casa em que mora no bairro Independente I pegou fogo. A perda foi total. Ele morava sozinho e estava no quarto, passava das quatro horas da madrugada quando ele percebeu a fumaça dentro do cômodo.

Desesperado, ele tentou abrir o portão com uma marreta, pois na correria esqueceu onde estava a chave. Foi a vizinha, a dona de casa Nilda Maria Ferreira, que ajudou Dierce que estava passando mal por conta da fumaça. Inclusive a casa dela, quase foi atingida pelo fogo.

Além dos móveis, ele diz que perdeu 23 mil reais que estava guardado no guarda roupas. Segundo seu Dierce, a Norte não está dando apoio na retirada das casas, e os próprios moradores estão derrubando e puxando as fiações, sem profissionais qualificados nessa remoção. Ele conta ainda que desde que as demolições começaram a energia vai e volta, o que não acontecia antes, por isso o autônomo acredita que isso pode ter causado um curto e consequentemente o incêndio.

Ele conta que já havia recebido indenização da Norte Energia pela casa, localizada na área da lagoa. Ele aguardava a indenização da oficina para poder deixar a residência.

Em nota, a Norte Energia informou que, conforme Termo de Compromisso firmado com a Prefeitura de Altamira em outubro de 2018, a responsabilidade sob a demolição das casas foi atribuída ao poder público municipal. “Com relação à indenização, a empresa reforça que a negociação com os moradores contemplados é conduzida de forma individual, para cada imóvel e família cadastrada, e que, em caso de dúvidas, o morador deve buscar informações diretamente com a própria empresa. Os canais oficias para obtenção de informações são a Central de Atendimento Belo Monte Aqui (ligação gratuita para o telefone 0800 091 2810) ou o atendimento presencial no escritório de assuntos fundiários da empresa, no Reassentamento Jatobá.”

Entenda

No final de 2018, a Norte Energia inciou o cumprimendo da recomendação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de remanejar centenas de famílias que vivem em palafitas na região da lagoa atingida pela Usina Hidrelétrica Belo Monte. O órgão considerou que cerca de 4 mil pessoas devem ser remanejadas da área.

Com a construção da hidrelétrica, moradores passaram a conviver com frequentes alagamentos, em meio ao esgoto e lixo.

As famílias podem escolher entre o reassentamento em uma nova casa construídas pela empresa, ou indenização em dinheiro ou aluguel social.

Mais de 600 famílias que vivem na área conhecida como Lagoa foram reconhecidas em 2017, pelo Ibama, como impactadas socialmente pelo empreendimento.

Mato tem atraído cobras no Independente II

Moradores da rua 1º de maio, no bairro Independente II, em Altamira pedem que alguma providência seja tomada em relação ao mato. Cobras saem do local e têm entrado em alguns imóveis. A preocupação dos moradores é de que outros animais maiores possam causar problemas mais graves.

Segundo a diarista Diana Ferreira, por duas vezes cobras entraram na casa dela. “Foi um susto”, relatou. Para não machucar as serpentes, ela solicitou o atendimento do Corpo de Bombeiros, que capturaram os animais.

Os relatos não se limitam apenas com as experiências da dona Diana. Outra moradora, que não quis se identificar, conta que até sucuris já apareceram e causaram pânico.

A área pertence a empresa norte energia, já que se trata de uma localidade em que pessoas atingidas precisaram ser remanejadas. Enquanto isso, os moradores continuam preocupados, já que com o inverno amazônico os animais continuam procurando lugares mais quentes para se abrigar.

Em nota, a Norte Energia informou que o local citado pela reportagem, no bairro Independente II, em Altamira, é uma área destinada à regeneração natural da vegetação.

Polícia civil efetua prisão em Altamira durante operação contra pedofilia e pornografia

A polícia civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (28) a 4ª fase da operação luz na infância, que apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. Em Altamira, até o momento, foi efetuada uma prisão, além da apreensão de objetos. Os policiais estão na escola Instituto Maria de Mattias, rastreando computadores da sala de informática. Segundo eles, estão acessando pornografia infantil através da rede da escola.

São investigados crimes de armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil. Até 8h45, 62 pessoas haviam sido presas em todo o país.

Operação luz

Policiais civis saíram às ruas para cumprir 266 mandados de busca e apreensão nos 26 estados e no distrito federal. Apesar de não haver mandados de prisão, há prisões em flagrante de suspeitos de armazenamento e compartilhamento de material encontrados nas casas onde há buscas.

A operação envolve 133 cidades e é coordenada pela secretaria de operações integradas do ministério da justiça e segurança pública. Mais de 1.500 policiais participaram das buscas.

As penas para os crimes investigados variam entre 1 e 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de 1 a 4 anos de prisão. Para quem compartilha, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. A punição aumenta para 4 a 8 anos de prisão para quem produz esse tipo de material.

(Foto: Reprodução Internet)

Pastor faz entrega de marmitas a pessoas em situação de vulnerabilidade

Preocupado com o bem-estar de moradores de rua, o pastor Evikson Sousa decidiu fazer algo pelo social. Ele trabalha como vendedor e além das pregações, ajuda quem não tem o que comer.  

Evikson começou com a ação há um ano. Ele entrega marmitas a moradores em situação de rua. Junto com outros fiéis, uma vez por semana ele faz a distribuição.  

Além de ajudar a quem passa fome, o grupo realiza ainda outras ações. Também resgatam pessoas de outros municípios que estão na rua e querem voltar para casa. De 15 em 15 dias, é realizado um café da manhã na comunidade do Ruc Água Azul. Outro projeto é a arrecadação de roupas e lençóis para entregar a quem tem frio.

Marcio Teles mora na rua e sempre fica ali próximo ao terminal rodoviário. Ele conta que o trabalho do pastor o ajuda muito.

Fazer o que for possível pelo próximo, como ensinou jesus cristo, dar o que comer a quem não tem nada, se preocupar com o próximo. Esse é também, o lado bom de altamira.

Dupla tenta assaltar delegada em Altamira

Dois homens tentaram assaltar a delegada Leda Salgado, em Altamira. A dupla abordou a servidora quando ela chegava em casa.

Uma delegada de polícia civil sofreu uma tentativa de assalto, em altamira. O fato aconteceu durante a madrugada, na rua Anfrísio Nunes, no bairro Independente I.

Ela estava chegando em casa, quando dois homens em uma moto tentaram uma abordagem para assalta-la. Eles estavam em posse de uma faca e faziam menção de estar com alguma arma de fogo. A delegada reagiu, foi quando os dois criminosos assustados, fugiram.

Após o ocorrido, um homem de bicicleta passava pelo local. A delegada suspeitou, o autuou e acionou a polícia militar. O rapaz foi então levado para a delegacia de polícia civil.

A suspeita é que ele também pudesse fazer parte do bando. Porém após ser ouvido pela delegada, chegou-se à conclusão que ele era apenas um vendedor de bombons e estava passando no local na hora errada. Depois de sua oitiva, ele foi liberado e ficou apenas como testemunha no inquérito policial.

A polícia civil agora irá investigar o caso. Os dois suspeitos seguem foragidos. Não foram informados mais detalhes sobre os dois assaltantes para que não comprometa as investigações.

Um deles anunciou o assalto e ficou com a mão dentro da mochila insinuando que estaria armado. Ao contrário do que foi noticiado anteriormente, nenhum deles foi preso. Os dois acabaram fugindo. A delegada não quis comentar o caso.

Matéria atualizada 29/03 ás 08h30

Funcionário da prefeitura de Brasil Novo é assassinado; cunhado é o principal suspeito

Ezequiel dos Santos Martins foi assassinado na noite de ontem (27), em um restaurante na Avenida Transamazônica, em Brasil Novo. Segundo informações da polícia o autor do crime é o cunhado da vítima, Isnael Paiva Silva.  Eles teriam se desentendido por questões familiares. A vítima era motorista de uma das ambulâncias da Secretaria de Saúde do município e foi alvejada por cerca de 4 tiros na cabeça.

Ezequiel morreu no local. Segundo testemunhas, o acusado fugiu em uma moto. O IML fez a remoção do corpo e a polícia civil segue com as investigações.

Foto: Ezequiel Martins/ Reprodução facebook