Pará: Falso policial suspeito de sequestrar rapazes é preso após acidente

Jhonatan Coimbra da Silva, foi preso esta semana no Hospital Regional de Redenção, no sul do Pará, onde estava internado após sofrer um acidente de moto. Segundo a Polícia Civil, ele foi reconhecido como um dos responsáveis pelo sequestro de dois rapazes, que estão desaparecidos desde outubro de 2018.

De acordo com as famílias das vítimas, dois homens armados, que se identificaram como policiais, levaram Adison Bruno Souza Lima, de 25 anos, e Francisco Oliveira Machado, de 26. Os suspeitos foram primeiro na casa de Francisco e o obrigaram a leva-los até a casa de Adison.

Os falsos policiais colocaram as vítimas um carro branco e disseram para os familiares que eles iriam para a delegacia prestar depoimento sobre uma moto que tinha sido usada pelos amigos dias antes. Essa foi a última vez que os rapazes foram vistos.

Com medo, a família de um dos jovens se mudou do estado do Pará.

“Já estamos com quase seis meses de sofrimento. O meu filho era um menino bom, todo mundo conhece. A cidade inteira tá com aquela corrente, forte, que meu filho vai aparecer com vida”, afirmou o pai de um dos rapazes desaparecidos.

Investigações

Uma equipe de policiais da Divisão de Homicídios de Belém investigou o caso em Redenção. “Fizemos diligências em diversos lugares do país e culminamos hoje na primeira fase da operação. Prendemos um indivíduo que as provas indicam ser um dos sequestradores e busca e apreensão em dois endereços, um em Rio Maria e outro em Floresta do Araguaia”, detalhou o delegado Juliano Correa.

O suspeito foi reconhecido pelos familiares das vítimas e, segundo as investigações, ele tem um carro da mesma cor e modelo do veículo usado pelos dois sequestradores.

Para a polícia, além de comerciante, o suspeito preso exercia a atividade de pistolagem na região e teria sido ele o homem que entrou na casa dos rapazes enquanto o comparsa esperava no carro.

“As pessoas que estavam na casa quando eles foram retirados, fizeram um retrato falado e ele foi reconhecido. Existem provas técnicas e eu acredito que seja difícil ele ficar em liberdade”, disse o delegado Eduardo Rolo.

A Polícia Civil segue com as investigações para localizar os jovens desaparecidos e chegar ao segundo suspeito. O homem preso preferiu ficar em silêncio durante o interrogatório.

(G1)

Mulher é presa em flagrante ao tentar entrar com “ovos de maconha” em presídio do Pará

A diretoria de administração penitenciária da Susipe confirma que uma mulher, identificada como Sabrina Lopes da Silva, foi presa ao tentar entrar no Centro de Recuperação Agrícola Sílvio Hall de Moura, em Santarém, com maconha dentro de sete ovos, neste sábado (16).

Durante o procedimento de revista, a equipe de agentes penitenciários desconfiou pois a que de ovos não fechava.

A mulher foi presa em flagrante e conduzida para a 16ª Seccional Urbana de Santarém. O preso que receberia a droga foi identificado como Ediorlan Jefeerson Serra Ferreira. Além de cumprir medida disciplinar, ele também terá o direito a visita suspenso.

Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso. A Susipe informa que continua intensificando as revistas nas unidades prisionais de todo o Estado para evitar a entrada de objetos ilícitos nos centros de detenção.

(Agência Pará)

Foto: Polícia Civil de Santarém

PC e UFPA firmam parceria para capacitações de servidores públicos

A Polícia Civil do Pará fechou, esta semana, parceria com a Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal do Pará (UFPA) para realização de ações conjuntas voltadas à formação dos servidores públicos da Instituição Policial. A parceria foi firmada durante encontro na sala da Diretoria de Recursos Humanos (DRH), sediada na Delegacia-Geral, em Belém. Estiveram reunidos o titular da DRH, delegado Roberto Gomes, a coordenadora do Núcleo de Pacificação e Prevenção da Violência (Nuprev) da PC, assistente social Graciane Lucas, e as professoras Verônica Couto e Vera Paracampo, da UFPA.

Segundo Graciane Lucas, a parceria vai possibilitar a capacitação continuada da equipe de assistentes sociais que atuam em Unidades Policiais, entre outros cursos. O objetivo final é a qualidade dos serviços públicos prestados à sociedade paraense. As professoras são doutoras em Sociologia com experiências realizadas na área de Serviço Social com foco na Segurança Pública.

Vera Paracampo é orientadora de trabalhos e pesquisas com ênfase em Segurança Pública; Defesa e Paz Social; e na temática de violência, não-violência e diálogo em torno da sociologia da ética. Já a professora Verônica Couto tem trabalhos nas temáticas Violência e Não-Violência, Cultura de Paz, e desenvolve ações voltadas às escolas na formação de professores e no campo da Segurança Pública, nas Delegacias especializadas, com adolescentes, jovens, idosos, mulheres e violências em geral.

(Agência Pará)

Bolsonaro embarca para os EUA para se reunir com Trump

Brasil e Estados Unidos devem assinar acordos em diversas áreas, entre os quais, o de uso comercial da base de Alcântara (MA). Bolsonaro e Trump conversaram por telefone em 2018.

O presidente Jair Bolsonaro embarcou na manhã deste domingo (17) para os Estados Unidos. O encontro entre Bolsonaro e o presidente americano Donald Trump está previsto para terça-feira (19), na Casa Branca, em Washington.

Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada às 7h10 e decolou às 7h59 da Base Aérea de Brasília. A chegada a Washington está prevista para as 16h40 deste domingo, na Base Aérea Andrews. Bolsonaro volta ao Brasil na noite de terça. Entre os ministros que o acompanham estão Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública).

Ainda na noite deste domingo, Bolsonaro deve participar de jantar oferecido pelo embaixador do Brasil em Washington. O encontro está marcado para as 19h30.

O presidente ficará hospedado na Blair House, residência utilizada pelo governo norte-americano para receber chefes de Estado em visitas oficiais.

A viagem ocorre em um momento no qual o governo brasileiro diz que deseja se aproximar dos EUA, segundo maior parceiro comercial, atrás somente da China.

Agenda


A agenda de Bolsonaro em Washington prevê encontros com:

  • “formadores de opinião”;
  • empresários;
  • Luis Almagro, secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA);
  • Donald Trump.
  • O encontro com Trump será privado, segundo o governo brasileiro, com a presença apenas de um tradutor.

Depois, os dois presidentes farão uma declaração à imprensa na Casa Branca e, ainda na terça, Bolsonaro fará uma visita ao Cemitério Nacional de Arlington, com passagem pelo Túmulo do Soldado Desconhecido. Veja mais detalhes do cronograma previsto no final da reportagem.

Bolsonaro e Trump terão a primeira reunião bilateral como presidentes dos dois países. Os dois conversaram por telefone no ano passado, após a vitória de Bolsonaro na eleição. Na oportunidade, Trump informou que desejava trabalhar com o presidente brasileiro nas áreas militar e de comércio.

O Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, disse em entrevista exclusiva à GloboNews que acredita que Bolsonaro e Trump ‘vão se dar muito bem’ e ‘que eles têm muito em comum para conversar’.

Acordos

Bolsonaro informou na semana passada que três acordos poderão ser assinados durante a viagem. Um dos atos é um acordo de salvaguardas tecnológicas (AST), que permitirá o uso comercial da base de lançamento de Alcântara (MA).

O acordo é negociado desde 2000, chegou a ser assinado, porém foi rejeitado pelo Congresso brasileiro. O compromisso tem cláusulas que protegem a tecnologia usada pelos dois países.

O acordo prevê que os Estados Unidos poderão lançar satélites, foguetes e mísseis da base maranhense, mas o território continuará sob jurisdição brasileira.

Bolsonaro defendeu a medida em um pronunciamento ao vivo em uma rede social. Segundo o presidente, o Brasil está “perdendo dinheiro” há muito tempo por não explorar a base de forma comercial.

Venezuela

A crise na Venezuela também deverá ser tratada na visita de Bolsonaro. Brasil e EUA estão entre os países que não reconhecem a legitimidade de Nicolás Maduro e consideram o líder opositor Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Trump já afirmou que enviar militares para o país sul-americano “certamente é uma opção”. O governo brasileiro, contudo, tem dito que não participaria de uma intervenção na Venezuela. A fronteira com o país, em Roraima, está fechada há mais de três semanas por ordem de Maduro.

Vistos

De acordo com o jornal “O Globo”, Bolsonaro deve anunciar o fim da exigência de visto para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália que visitarem o Brasil. A Presidência ainda não confirma oficialmente a medida.

O Ministério do Turismo é favorável ao fim da exigência e preparou a minuta do decreto da medida. Cidadãos dos quatro países já conseguem tirar um visto eletrônico para entrar o no Brasil.

Cronograma do encontro

Domingo (17/3)

  • 16h40 – Chegada à Blair House
  • 19h30 – Jantar oferecido pelo Embaixador do Brasil em Washington


Segunda-feira (18/7)

  • 15h – Início da Conferência “Brazil Day in Washington”
  • 15h30 – Audiência com Henry “Hank” Paulson, ex-secretário do Tesouro dos EUA
  • 16h45 – Chegada de Bolsonaro à U.S. Chamber of Commerce
  • 17h10 – Início do painel “O Futuro da Economia Brasileira”
  • 17h50 – Discurso de Bolsonaro no “Brazil Day in Washington”
  • 19h30 – Jantar oferecido pelo Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos

Terça-feira (18)

  • 09h30 – Encontro com Luis Almagro, Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA)
  • 12h – Chegada de Bolsonaro à Casa Branca
  • 13h45 – Conferência de imprensa
  • 14h15 – Término da conferência de imprensa e encerramento do encontro presidencial
  • 14h30 – Chegada ao Cemitério Nacional de Arlington
  • 14h35 – Cerimônia de Deposição Floral
  • 17h – Reunião com lideranças religiosas norte-americanas
  • 18h30 – Jantar de trabalho
  • 21h45 – Partida para Brasília

PM encontra objetos furtados de uma chácara escondidos na mata

A polícia militar encontrou objetos furtados de uma chácara escondidos na mata, nas proximidades do Centro de Formação Betânia, estrada que leva até a agrovila Princesa do Xingu. Essa não é a primeira vez que o proprietário registra furto na casa. Os policiais localizaram os produtos depois de uma denúncia anônima, a 8km de Altamira.

Entre os produtos recuperados, estão duas botijas de gás, dois ventiladores, uma máquina despolpadeira de açaí,  um pulverizador,  lavadora a jato,  uma televisão,  além de tapetes e lençóis. Tudo foi furtado de uma propriedade. Com medo, o dono prefere não se identificar, mas contou a nossa equipe que os criminosos arrombaram as portas da residência e tentaram furtar também o trator da família.

O local, onde os objetos estavam escondidos, fica próximo ao ramal do Cupuzinho. Os policias acreditam que os equipamentos e os eletrodomésticos foram deixados aqui para que os criminosos pudessem voltar depois e apanhar tudo, sem levantar suspeita. Até agora ninguém foi preso, a polícia conta com o apoio da comunidade para chegar até os responsáveis.

Segundo o morador, é a segunda vez, em menos de dois meses, que a casa é alvo de criminosos. Nesse último furto, alguns equipamentos agrícolas ainda não foram encontrados. O apelo é para que a população não compre produtos sem nota fiscal. Segundo a lei, comprar produto furtado é crime e a pena é de 1 a 4 anos de prisão.