Campanha “Março Lilás” inicia em unidades de saúde de Altamira

A campanha intitulada “Março Lilás”, que tem como objetivo divulgar e mobilizar as mulheres, os profissionais de saúde e a sociedade quanto à importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de colo de útero, começou em Altamira.

As ações aconteceram nas principais unidades básicas de saúde e Hospital Geral do Mutirão. Segundo dados do Instituto nacional do câncer, INCA, na região norte os números são alarmantes.

O câncer do colo de útero é uma doença de desenvolvimento lento, em fase inicial pode não apresentar sintomas, por isso é importante o exame preventivo. Durante a ação serão realizados testes rápidos para detecção de doenças como hiv e aids, hepatites B e C, sífilis e glicemia. As vacinas para a prevenção do hpv em meninas de 9 a 14 anos também serão distribuídas. A agricultora Antônio Ferreira articipou do lançamento da campanha e aprovou a iniciativa. “Para mim foi ótimo”, declarou.

Adolescente é apreendido comercializando droga em frente à escola

Um adolescente foi apreendido comercializando entorpecente em frente à Escola Municipal Saint Clair Passarinho, no bairro Sudam II.

Com ele os guardas municipais encontraram maconha, além de um isqueiro e R$29. Foi através de denúncia anônima que chegaram até o local.

A Guarda Municipal de Altamira tem intensificado o monitoramento de locais públicos como, escolas e praças para inibir a criminalidade.

Agências bancárias na mira de criminosos: mais de 70 foram invadidas no Pará

2019 já começou contabilizando cerca de 9 ataques a agências bancárias no interior paraense. Em fevereiro, em altamira, o banco do brasil, na Avenida Sete de Setembro foi invadido por criminosos.  A suspeita é de que o bando teria utilizado um maçarico para fazer um buraco em dos caixas eletrônicos. Os assaltantes teriam furtado cédulas de R$20 e R$50. O Banco do Brasil não divulgou o valor total levado durante a ação. A polícia civil abriu inquérito para investigar o caso, nenhum suspeito foi preso.

Mas além de Altamira, outras cidades do interior também registraram ataques em agências bancárias, nos primeiros três meses do ano. Até agora 9 casos foram contabilizados pela divisão e repressão de roubos a banco da polícia civil. As investigações apontam que as quadrilhas especializadas escolhem cidades com pequeno efetivo policial. Na região da transamazônica, muitos clientes já ficaram frente a frente com assaltantes.

Em 2018, no município de Brasil Novo, bandidos fortemente armados invadiram o Banco do Brasil e  explodiram caixas eletrônicos. Todos que passavam pelo local, viraram reféns. Tudo foi bem planejado. Os criminosos se dividiram em grupos e atacaram, além do banco, o destacamento da polícia militar da cidade. Vários disparos foram feitos para intimidar a população. As marcas de bala ficaram no muro.

Após o roubo, a quadrilha conseguiu fugir.  A agência também não divulgou o valor levado pelos assaltantes, que para dificultar a ação da polícia, jogaram estrepes na estrada, um tipo de prego para furar os pneus. Além disso, um carro foi incendiado na ponte do rio Jaurussu, que dá acesso ao município. Foram 69 ocorrências registradas em 2018, Senador José Porfirio, Porto de Moz e Pacajá são algumas das cidades da região que também estiveram na mira dos assaltantes. Após os crimes, o cenário era de destruição, moradores em pânico e com o atendimento cancelado nas agências. Prejuízo e sensação de insegurança.

Em entrevistas, o Sindicato dos Bancários afirmou diversas vezes que a falta de segurança e policiamento são fatores que contribuem para o crime acontecer. Principalmente nos municípios menores, o contingente policial é baixo e as cidades são distantes e de difícil acesso, muitas vezes.

MAB realiza caminhada com moradores de Altamira e região

O MAB – movimento dos atingidos por barragem completa neste ano, 28 anos de ações e conquistas. Eles aproveitaram a data para lembrar do dia nacional de luta e realizaram uma caminhada com moradores de Altamira e região.  O grupo saiu da frente do mercado municipal e seguiu pela Avenida Sete de Setembro.

Os manifestantes afirmam que foram prejudicados diretamente pela construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte. Iracema Cruz conta que desde que a UHE foi instalada, a energia, que antes era R$ 50, agora subiu para mais de R$ 100.  Moradores do RUC Laranjeiras denunciaram as péssimas condições que se encontra o bairro. Questões como qualidade das casas entregues e abandono da infraestrutura no local foram levantadas.

A manifestação aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), com a participação de cerca de 50 pessoas. entre eles, moradores de vitória do Xingu e Brasil Novo.  Eles seguiram o escritório da norte energia no ruc Jatobá, onde os moradores puderam ser ouvidos e entregaram suas pautas.

MPE afirma que UHE Belo Monte opera sem plano emergencial

Após uma visita da defensoria Pública do estado do pará, junto com o Ministério Público Estadual e Federal e outras 8 instituições, uma vistoria foi realizada na área da volta grande do Xingu. Os representantes dos órgãos detectaram que a Usina Hidrelétrica Belo Monte opera sem um plano de emergência, o que causou preocupação nos moradores.

Além do MPE e MPF, participaram da vistoria representantes do Conselho Nacional de direitos humanos, defensoria da união, UFPA, Fundo de Populações da Organização das Nações Unidas e também da União Européia. No total, 11 instituições se dividiram em grupos para visitar 25 comunidades no trecho da volta grande, pertencentes aos municípios de Senador José Porfírio, Anapu e Vitória do Xingu nos dias 25 e 26 de fevereiro.

As autoridades cobraram respostas da empresa norte energia, que não vinha apresentando os monitoramentos semestrais exigidos pelo licenciamento ambiental. outros problemas sociais também foram encontrados. com a redução do nível do rio, houve uma escassez dos peixes e também na produção de outros alimentos cultivados para a própria subsistência.

As visitas aconteceram também na terra indígena Paquiçamba, onde um carro capotou devido as más condições da estrada.

Em nota a norte Energia informou que “ A Usina Hidrelétrica Belo Monte possui Plano de Segurança de Barragens (PSB) e plano de Ações Emergenciais (PAE) desde 2016. Em inspeção da Agência Nacional de Energia Elétrica (agosto/2018), constatou-se que o PAE é objetivo e de ágil aplicação. Ambos os planos já foram disponibilizados aos municípios do entorno da usina.”

Câmara de vereadores de Altamira realiza 3ª sessão

Na reunião da câmara de vereadores de Altamira, desta terça-feira (12), várias indicações e moções foram lidas, discutidas e votadas em sessão. O vereador Loredan Mello (MDB), solicitou a construção de uma escola municipal de ensino fundamental no bairro Santa Ana.

Foi citado ainda em reunião a visita do Ministro Da Secretaria de Governo, general Souza Cruz, que esteve no município para tratar de pautas indígenas e acompanhar algumas condicionantes da construção da Usina Elétrica Belo Monte.

A vereadora Irenilde Gomes (MDB) não esteve presente na sessão, mas apresentou uma indicação pedindo ao governador Helder Barbalho, que seja implantado em Altamira uma delegacia especializada de proteção dos animais. Todos os vereadores solicitaram ainda que seja feito um estudo em relação à rua Natividade batista de Menezes, antiga rua da peixaria, que dá acesso ao bairro Alberto Soares.

Polícia civil incinera 100kg de maconha em Altamira

A Polícia Civil de Altamira incinerou cerca de 100kg de maconha prensada, que foram apreendidas nos últimos meses. A droga é referente a operações que acontecem desde o segundo semestre de 2018. Fracionada, a quantidade pode chegar a valer entre R$70 mil a R$150 mil.

Boa parte da droga incinerada, foi apreendida durante a operação NIX, que investigava a ação de traficantes na região do Xingu ligados a facções criminosas.

foram incinerados aproximadamente 100kg de maconha prensada, que foram tiradas de circulação. As apreensões evitam a comercialização e crimes decorrentes do tráfico de drogas no município. Todas as substâncias apreendidas passam por perícia e em seguida dependem de autorização da justiça para serem incineradas.

José Humberto Melo, Diretor de Polícia Civil do interior do estado, que acompanha o trabalho das delegacias, destaca que o trabalho dos órgãos de segurança pública depende do auxílio da população, que deve sempre denunciar.

(Matéria Atualizada às 17h)

Câmara instala comissão que iniciará análise da reforma da Previdência

A Câmara dos Deputados vai instalar nesta quarta-feira (13) a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), responsável pela primeira apreciação da reforma da Previdência. A comissão será instalada na quarta, às 10h, e ficará sob o comando do PSL. O deputado Felipe Francischini será o presidente neste ano, tendo a deputada Bia Kicis (DF) como vice.

Todos os projetos e propostas que passam pela Câmara têm sua tramitação iniciada na CCJ, inclusive a reforma da Previdência. Até o dias 27 ou 28 de março, a comissão verificará se a PEC respeita os princípios constitucionais, para depois seguir para a comissão especial que analisará o teor do texto e fará eventuais mudanças. Se for aprovada, ela passa a ser analisada em uma comissão especial

Na tarde desta terça-feira ( 12), os líderes dos partidos bateram o martelo, junto com Rodrigo Maia, sobre os comandos das 25 comissões temáticas da Casa. O número maior do que o previsto de presidências para o PSL foi um acordo para que o MDB pudesse liderar a considerada segunda mais importante da Casa, a de Finanças e Tributação (CFT), será presidida por Sérgio Souza (MDB-PR). O partido fica também com o colegiado de Turismo.

(Agência Câmara)